Debate

Governador da Bahia defende política para regulamentar drogas: ‘É urgente’

Redação Hypeness - 15/09/2021

O governo da Bahia está forçando um debate sobre a guerra às drogas no Brasil. Nessa semana, o secretário da Segurança Pública da Bahia, Ricardo Mandarino, afirmou em coletiva que a política de drogas brasileira não funciona e que é necessário ‘regulamentar o comércio’.

Rui Costa reforçou fala de seu secretário de segurança pública, defendendo uma política de drogas que não seja baseada na guerra contra o tráfico

Debate sobre drogas no Brasil

Ricardo Mandarino, que é ex-juiz federal, declarou que ‘não suporta drogas’, mas que a legalização pode acabar reduzindo o consumo das drogas no Brasil. O juiz apresentou dados internacionais para corroborar a tese.

Mandarino comparou França e Portugal para debater o consumo de maconha. Em Portugal, onde a droga é descriminalizada, 10% dos jovens consomem maconha. Na França, onde a droga é proibida, esse número salta para 20%.

– Após décadas de guerras às drogas, México dá passo decisivo para legalizar a maconha

O titular da SSP-BA disse que é necessário regulamentar a política de drogas. “Eu acho que isso [guerra às drogas] não funciona, apenas minimiza, mas não é a solução. Solução é a sociedade acabar com essa hipocrisia e discutir a regulação. Eu não sou a favor do consumo, eu não suporto droga. Mas só vamos ter um combate efetivo quando você regularizar o comércio e fazer propagandas para incentivar as pessoas a não consumirem droga, como ocorreu com o cigarro. Essa é a política ideal”, analisou.

O Brasil ainda trata o dabate sobre drogas como caso de polícia

Ele ainda utilizou o caso do cigarro como um exemplo de política pública. O Brasil reduziu drasticamente a sua prevalência de fumantes sem proibir, mas regularizando o uso do tabaco e criando limitações práticas aos tabagistas.

– Oregon oficializa discriminalização de todas as drogas e troca prisão por tratamento médico

As ideias de Mandarino foram corroboradas pelo governador da Bahia, Rui Costa (PT). “O consumo de drogas, financiado principalmente por pessoas ricas, está financiando a violência. Então, precisamos fazer um debate para regulamentar o consumo de drogas no Brasil. Esse é um debate que é urgente. Não podemos tapar o sol com a peneira”, comentou chefe do executivo baiano.

Publicidade

Fotos: foto 1: Paula Froes/Govba/foto 2: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.