Arte

Grupo Meow Wolf cria imensa instalação ‘alienígena’ na cidade de Denver, nos EUA

Vitor Paiva - 24/09/2021

Famoso nos EUA por construir grandes instalações artísticas e espaços imersivos multidisciplinares, o grupo Meow Wolf acaba de inaugurar seu maior e mais ambicioso projeto: localizado na cidade Denver, no Colorado, a Convergence Station (Estação Convergência, em tradução livre) reuniu centenas de artistas locais para a construção de uma espécie de parque de diversões para amantes da arte. Arquitetura, escultura, pintura, fotografia, vídeo, realidade virtual e aumentada, música, engenharia de áudio, narrativa, cenografia, fantasia e performance se misturam em um espaço de 8.400 quilômetros quadrados tomando um prédio inteiro no centro da cidade.

A Convergence Station é a maior criação do grupo Meow Wolf

A Convergence Station é a maior criação do grupo Meow Wolf

-5 instalações artísticas surreais que usam a natureza como suporte

Segundo o site do grupo, a Convergence Station será formada pela comunhão de “quatro mundos alienígenas reunidos em um raro evento cósmico – um lugar onde as memórias são moedas correntes” pelos quatro espaços diferentes, intitulados C Street, Eemia, Ossuary e Numina. Diversas narrativas sustentam a base da imensa instalação, formando “catedrais caledoscópicas, catacumbas, residências alienígenas em deslumbrantes e corajosas paisagens urbanas”, diz o site, convidando o público a viajar por portais e interagir com a instalação multimídia para descobrir o que acontece quando tais mundos colidem.

Convergence Station, do Meow Wolf

O espaço reúne diversas formas de arte através do trabalho de centenas de artistas

Convergence Station, do Meow Wolf

O local é, segundo a narrativa, a convergência de 4 mundos alienígenas

-Artista cria castelo com pedras, latas e outros materiais reutilizados como um monumento no Colorado

Para além das ficções, o local permite aos visitantes explorarem os quatro andares da “estação” com dezenas de obras de arte criadas pelos artistas do Colorado, convidados a criarem junto com o grupo e com outros artistas o imenso espaço. De acordo com a divulgação da abertura do local – que aconteceu no último dia 17 de setembro – à noite a Convergence Station será “convertida” em espaço para performances e apresentações, com tecnologia especial interativa e os mais incríveis equipamentos de som e projeções.

Convergence Station, do Meow Wolf

Na abertura do espaço, shows futuristas celebraram o local

Convergence Station, do Meow Wolf

Uma cidade futurista é a paisagem de um dos “mundos”

-Cientista da NASA responde se alienígenas existem no perfil da agência espacial no Instagram

“São muitas as oportunidades para as pessoas se aprofundarem nos mundos e nas personagens, para revelar uma história mais profunda e seguirem engajadas nas diversas exposições”, diz a divulgação. Ao todo, cerca de 300 artistas contribuíram para o desenvolvimento do espaço – dos quais, 100 são naturais de Denver, 20% se identificam como LGBTQIA+, 51% são de artistas mulheres, e 38% são artistas negros ou negras.

Convergence Station, do Meow Wolf

O espaço mistura todas as formas de arte para a experiência imersiva da estação

Convergence Station, do Meow Wolf

Um dos espaços se assemelha a uma verdadeira catedral

Publicidade

© fotos: Meow Wolf/Divulgação


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.