Arte

Mãos e pés de crianças podem ser a arte em caverna mais antiga descoberta até hoje

Yuri Ferreira - 23/09/2021

Um grupo internacional de arqueólogos descobriu o que pode ser a mais antiga obra de arte da história dos hominídeos. Uma série de marcas de mãos e pés humanos foi encontrada em uma caverna na região de Qeosang, no planalto tibetano, na China. Os registros podem ter mais de 200 mil anos de idade.

– Túmulo de 1500 anos com casal abraçado é encontrado por arqueólogos na China 

Obra de arte fossilizada pode ser resultado de brincadeira artística de crianças há mais de 200 mil anos

Segundo os pesquisadores, essas marcas de pés e mãos infantis foram feitas em lama que se solidificou e se transformou em rocha. Entretanto, os estudiosos acreditam que não se tratam de simples rastros de movimentação, mas sim de uma marca artística e estética, tendo em vista que sua intensidade na pedra e seu padrão não se assemelham com simples pegadas deixadas no solo.

– Arqueólogos descobrem no Egito fábrica de cerveja mais antiga conhecida com 5 mil anos 

“É a composição, claramente deliberada, ​que mostra que esses traços não foram feitos por uma locomoção simples e que, inclusive, há o cuidado para que uma marca não sobreponha a outra”, afirma o geólogo da Universidade de Bournemouth Matthew Bennett, que participou do estudo, ao site Gizmodo.

Essa obra de arte supera em mais de 120 mil anos os primeiros registros de arte rupestre da humanidade, como as encontradas no sítios de Lascaux e Sulawesi.

“Hoje temos a capacidade de entender como as pegadas são feitas em atividades como andar, correr e pular, inclusive em casos de acidentes. Essas marcas, entretanto, são feitas de forma mais cuidadosa e possuem uma composição bastante diferente, se assemelhando bastante com a maneira que uma criança marca suas mãos em cimento fresco”, completa Thomas Urban, pesquisador da universidade Cornell.

– Esqueleto humano está sendo modificado pela vida moderna; entenda como

De fato, as medidas da mão e dos pés contam a história que uma criança de sete anos pisou para fazer as marcas e uma criança de 12 anos usou as mãos para fazer a criação.

 

Publicidade

Fotos: D.D. Zhang et al. / Science Bulletin


Yuri Ferreira
Jornalista formado na Escola de Jornalismo da Énois. Já publicou em veículos como The Guardian, UOL, The Intercept, VICE, Carta e hoje escreve aqui no Hypeness.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.