Sustentabilidade

Pica-pau que inspirou desenho está oficialmente extinto; conheça sua história

Redação Hypeness - 30/09/2021

O Serviço Federal de Pesca e Vida Selvagem dos Estados Unidos declarou que o pica-pau-bico-de-marfim está extinto. Segundo o documento, o animal não é visto na natureza desde 1944, no nordeste da Lousiana, no sul dos EUA. Conhecido como o “pássaro do Senhor Deus”, ele acabou desaparecendo por conta do desmatamento para exploração de madeira na região.

– Animais em extinção no Brasil: confira a lista dos principais animais ameaçados

– Mamute extinto há 10 mil anos pode ser ressuscitado com investimento de US$ 15 milhões 

Esse é o Pica-pau-de-topete-vermelho, um pica-pau similar ao extinto no sudeste estadunidense

“Com a mudança climática e a perda de área natural levando mais e mais espécies à beira do precipício, agora é a hora de levantar esforços proativos, colaborativos e inovadores para salvar a vida selvagem da América”, disse Deb Haaland, secretária do Interior dos EUA.

O animal inspirou Walter Lantz a criar o Woody Woodypecker, o nosso pica-pau, e eternizou a espécie no desenho que marcou a infância de milhões de crianças ao redor de todo o planeta.

-Animais em extinção: confira a lista dos principais animais ameaçados do mundo

– Depois de considerados extintos, lobos voltam a se reproduzir na Califórnia 

O Serviço Federal de Pesca e Vida Selvagem norte-americano também inclui na lista outros dez pássaros, oito mexilhões de água doce, dois peixes, um morcego e uma planta, segundo o New York Times.

“Cada uma destas 23 espécies representa uma perda permanente da herança natural de nossa nação e da biodiversidade global. E é um lembrete desalentador que a extinção seja uma consequência da mudança ambiental causada pelos humanos”, acrescentou Bridget Fahey.

Pica-pau é um símbolo das infância de milhões de pessoas ao redor de todo o planeta

– Veja fotos de 15 animais que foram extintos nos últimos 250 anos 

“As circunstâncias de cada um também destacam como a atividade humana pode levar ao declínio e extinção de espécies, contribuindo para a perda de habitat, uso excessivo e a introdução de espécies invasivas e doenças. Os impactos crescentes das mudanças climáticas são esperados para exacerbar ainda mais essas ameaças e suas interações”, disse a agência de vida selvagem.

Publicidade

Fotos: Foto 1: Veronika Andrews sob licença Creative Commons Foto 2: Reprodução/Universal Studios


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.