Debate

Piloto de helicóptero sequestrado no RJ entrou em luta corporal com bandidos no ar

Redação Hypeness - 20/09/2021

Dois homens sequestraram um helicóptero para resgatar um um preso do Complexo Penitenciário de Gericinó, no Rio de Janeiro. O caso, que aconteceu no último domingo (19), teve cenas dignas de grandes produções do cinema. 

O piloto particular, que também é policial civil, entrou em luta corporal com os criminosos no ar antes de conseguir aterrissar a aeronave em segurança. “Imaginei que aquele pudesse ser meu último voo”, contou ele ao G1.

– Helicóptero é proibido de voar após passar por baixo de ponte; veja vídeo

Piloto entrou em luta corporal com sequestradores no ar

Luta corporal no ar 

A ação que originou o sequestro começou com a contratação de Lopes para um passeio sobre a praia dos Ossos em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. O piloto e os passageiros decolaram no heliponto da Lagoa Rodrigo de Freitas e, antes de seguir viagem, fizeram uma escala em um heliponto no Recreio, para abastecer. 

Lopes estranhou o comportamento dos passageiros na volta da viagem e resolveu questioná-los – o que forçou o início do sequestro. Os criminosos ameaçaram o piloto com uma arma e o detiveram com uma gravata – tudo isso em pleno voo. Eles pediram para que Lopes se dirigisse ao numa referência ao complexo penitenciário de Bangu.

– Relatório sobre queda do helicóptero que matou Boechat aponta falhas de manutenção

O piloto tentou negociar com os bandidos, argumentando que o helicóptero poderia ser abatido caso pousasse no complexo. Lopes, que é policial civil, conseguiu sinalizar às autoridades da aviação que estava acontecendo uma “interferência indevida” a bordo. Ele usou códigos para transmitir a informação. 

Outro recurso de Lopes foi simular uma pane que o forçaria a aterrissar no 14º BPM (Bangu) – mas os sequestradores desconfiaram e se iniciou uma luta corporal.

– Professora é afastada por criticar Bolsonaro e helicóptero sobrevoa escola com bandeira do Brasil

Confira o vídeo abaixo: 

O piloto encerrou o sequestro com uma proposta: os bandidos pediram para serem deixados em Niterói, de onde se jogaram em um matagal com a aeronave ainda em movimento. Desde então, agentes da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e Inquéritos Especiais (Draco) fizeram um cerco na área, mas não localizaram os sequestradores. 

– Padre usa helicóptero para abençoar cidade e tira nota 10 na quarentena

Cláudio Castro, governador do Rio de Janeiro, parabenizou o piloto pelo “ato heróico”.

Publicidade

Foto: Reprodução/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.