Arte

Rock Exhibition Rita Lee, Sex Education e Aldir Blanc Inédito nos destaques da semana

Gabriela Rassy - 28/09/2021 | Atualizada em - 30/09/2021

A agenda da semana chega encerrando o mês de setembro com as boas dicas culturais que você já conhece e adora! Destaques musicais em formatos diversos que vão da mostra Rock Exhibition Rita Lee, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP) até o lançamento da coletânea Aldir Blanc Inédito, com faixas interpretadas por Chico Buarque, Maria Bethânia, João Bosco, entre outros grandes nomes.

Temos ainda lançamentos musicais de João Donato e Jards Macalé, Anná e Amanda Magalhães, Mariana Peralta, entre outras delícias sonoras.

Para assistir em casa, a boa é maratonar a deliciosa Sex Education que, de uma forma leve e educativa, aborda temas urgentes como identidade de gênero, orientações sexuais diversas e direitos LGBT. Já para os cinéfilos, destaque para a Mostra de Cinemas Africanos online pelo Sesc.

Vem na minha e dá o play nas boas músicas de setembro!

#live

Negras Melodias Show
1, 2 e 3 de outubro, sempre a partir das 20h
Grátis e online
Em sua primeira edição, chega para destacar projetos autorais, de artistas inovadores, propondo apresentações solos, duos com linguagens distintas e performances exclusivas que sugerem um novo olhar e uma nova escuta, convidando, sobretudo, o público para apreciar sonoridades que emparelham o passado, presente e futuro da música preta. Durante o festival, o público conhece, sem pressa, as crônicas das cantoras e compositoras Bia Ferreira (domingo, 20h) e Josyara (sexta, 20h); se envolver no lovesong fruto da parceria Nina Oliveira & Theodoro (sexta, 20h30); escutar sobre ancestralidade a partir de Melvin Santhana (sábado, 20h), viajar longe no afrofuturismo experimental de Saskia & Felinto (domingo, 20h30), e levitar nas possibilidades utópicas de Hever Alvz & Melifona (sábado, 20h30). A apresentação será conduzida pelo músico, jornalista e produtor Marcio Lazaro.

Bia Ferreira por Adima Macedo

Bia Ferreira por Adima Macedo

Cabaret dos Bichos
1º de outubro a 5 de novembro, às 19h
Grátis e online pelo canal do Núcleo Experimental
A Revolução dos Bichos, de George Orwell, se passa numa granja liderada, inicialmente, pelo Sr. Jones. Porém, insatisfeitos com a dominação, os animais decidem fazer uma revolução. Na adaptação do Núcleo Experimental, dirigida por Zé Henrique de Paula, com músicas originais de Fernanda Maia, a fábula de Orwell é transformada num musical e a linguagem utilizada se inspira nos cabarés alemães, fortemente referenciados em Bertolt Brecht e Kurt Weil.

#música

Aldir Blanc Inédito
Algumas joias do “ourives do palavreado” vêm à tona neste álbum onde grandes nomes da música brasileira, amigos e admiradores de Aldir interpretam 12 canções inéditas. Com arranjos de Cristóvão Bastos e produção musical de Jorge Helder, o projeto traz João Bosco (com quem fez diversos clássicos desde que se conheceram, na virada para 1970), passa por Guinga, Moacyr Luz e Cristóvão Bastos, e chega a Alexandre Nero (último parceiro de Aldir), Chico Buarque e Maria Bethânia.

João Donato e Jards Macalé | Síntese do Lance
A dupla nunca havia compartilhado o mesmo estúdio até que Sylvio Fraga, sócio de Pepê Monnerat na gravadora Rocinante, mudou um pouco o rumo da história. Donato conta que estava folheando um caderno de composições e encontrou uns rabiscos com esse título e trechos de partitura que apontavam para um ponto de umbanda. “Traduzindo em miúdos: a síntese do lance é extrair o néctar, o âmago das coisas. É ir direto ao ponto. A música corre fácil, fazendo a vida ficar mais simples e foi inspirada na entidade do Zé Pelintra”, explica Donato. A faixa é jovial como a alma da dupla. “Tem um vigor e um balanço muito bons. É a última música do disco e virou a primeira a apresentar o nosso álbum, que também leva esse nome”, contextualiza Macalé.

Anná e Amanda Magalhães | Me Cuidar
O single que nasceu de uma desilusão amorosa e ganhou forma diante da amizade de Anná e Amanda Magalhães, fala de um clássico momento sofrimento sob uma perspectiva feminina. Com influências que vão de Gonzagão a Destinys Child, a canção fala sobre se priorizar dentro de relações.

Marcelo Galter | Cobra Coral
Acostumado a colocar as suas teclas a serviço do Letieres Leite Quinteto, o músico reuniu as partituras de seis de suas composições e escolheu a dedo uma música pouco conhecida de Dorival Caymmi para registrar como ele gosta no seu álbum de estreia solo. O nome do disco homenageia a área de proteção ambiental onde ele cresceu, em Salvador, dos últimos remanescentes de Mata Atlântica na capital baiana.

Marina Peralta | Freedom Sound
A cantora e compositora Marina Peralta é a única convidada brasileira para participar da coletânea nova-iorquina Freedom Sound. Produzida por Adrian Donsome, da Donsome Records, projeto apresenta diversos outros artistas da cena reggae, de diferentes lugares do mundo, como os jamaicanos Mykal Rose, Anthony B, Pressure e banda Big Mountain, da Califórnia. Ao todo, 13 faixas somam no registro onde todos os envolvidos cantam em um mesmo instrumental, mostrando suas particulares versões vocais, melódicas, rítmicas e líricas.

Arthur Navarro feat. Kiranpal Singh e Dhiego Valadares
O compositor, multi-instrumentista, produtor e pesquisador sonoro Arthur Navarro se juntou ao músico indiano e maestro de concertos de Santoor, Kiranpal Singh, para apresentar o segundo disco de sua trajetória, intitulado Fusão Ancestral. A faixa escolhida para abrir os trabalhos foi Jongo Mandala, que ganhou videoclipe. Já o álbum completo acaba de chegar acompanhado por documentário e tem participação do percussionista e também capixaba Dhiego Valadares, reconhecido por tocar tambor de congo e casaca – ritmos percussivos genuínos do Espírito Santo.

Bruna Lucchesi | Cuerpo Vivo
Remix criado em parceria com a produtora Malka, a faixa faz parte do EP lançado em 2019, “BLÄR” e que teve a sua turnê interrompida. Agora, com um novo olhar sobre seu trabalho, Bruna celebra a vida.

Kimani | Fé Refeita
Um dos nomes mais comentados nos palcos de Slam, Kimani – mulher preta, nascida na periferia da zona sul de São Paulo – marca o seu ritual de passagem poeta-musicista com o lançamento do álbum ‘Fé Refeita’. O projeto é uma devolução da artista ao povo que tudo lhe dá, agradecendo às forças e seres que a guiam. Depois de tantos anos de escuta e aprendizado, agora ela quer cantar. Sobre intolerância religiosa, desigualdade social, racismo estrutural e toda a sua necessidade diária de honrar suas raízes.

#filme

Mostra de Cinemas Africanos | Sesc Digital ou Site oficial
1º a 10 de outubro
Online e gratuito
A Mostra exibe 30 títulos de ficção e documentário de 16 países, a maioria inéditos no Brasil. O ciclo apresenta 12 sessões (dez longas e dois programas de curtas), legendados em português, além de curso e catálogo digital. Entre os destaques da programação estão exemplos recentes do cinema de gênero da África do Sul, Nigéria e Uganda, e curtas dirigidos por mulheres, com uma mostra competitiva simultânea com o Benin e uma seleção de produções árabes do norte da África. Dos dez longas da mostra, oito são inéditos no Brasil. O principal foco curatorial deste ano é o cinema de gênero. O filme de abertura é “Juju Stories” (2021), do coletivo nigeriano Surreal 16, com três histórias de bruxaria dirigidas por C.J. Obasi, Abba Makama e Michael Omonua.

Capoeiras: histórias de amor, luta e resistência
O documentário mostra as histórias de vida e de resistência de um povo que está há três séculos na comunidade rural de Macaíba, próximo de Natal. A intenção é mostrar a auto afirmação dessas pessoas para a câmera através de suas histórias, opiniões e como consequência, registrar também a história da comunidade. Disponível no YouTube, basta acessar o canal do Farolete Filmes.

Noted: Alicia Keys The Untold Stories
A nova série documental de quatro episódios, é estrelada pela cantora, compositora, produtora e autora Alicia Keys. Na produção, a artista convida os fãs a conhecerem seu mundo de uma maneira diferente do que estão acostumados. Os quatro episódios estreiam na quinta-feira, 30 de setembro, no canal oficial de Alicia Keys no YouTube. Enquanto se prepara para comemorar o 20º aniversário de Songs in A Minor e vai ao estúdio para gravar seu 8º e mais pessoal álbum até agora, Alicia Keys convida-os a conhecer apresentações intimistas de tirar o fôlego. “Noted: Alicia Keys The Untold Stories” é dirigido por TT The Artist. A série é produzida por Alicia Keys, Jason Bergh e Lukas Kaiser, Brad Haugen e Jae Trevits da Westbrook Media.

#série

Sex Education
A terceira temporada da série chega mais uma vez com temas relevantes passeando entre as relações dos estudantes do colégio Moordale. Aceitação dos diferentes formatos de vulvas, descoberta da bissexualidade, gravidez em idades maduras, identidade de gênero e direitos LGBT na Nigéria são alguns dos temas centrais – além de muita terapia e romance, claro! Vale maratonar! Está na Netflix.

#podcast

Mano a Mano com Pastor Henrique Vieira
Fascinado por história e teologia, Brown traz o pastor, ex-vereador e militante de direitos humanos Henrique Vieira. Ambos dividem pensamentos em comum, contam experiências falando sobre sociedade e religiosidade inspirados por um Jesus subversivo em busca de um mundo mais justo e menos desigual, com respeito à diversidade das pessoas e sempre com o amor como guia.

Nós que Sonhamos Aqui Estamos
A peça, em formato de áudio-teatro com trilha sonora e composições musicais inéditas, foi concebida a partir de pesquisas dos textos Fuenteovejuna, de Lope de Vega, e A Vida É Sonho, de Calderón de La Barca. A dramaturgia retrata a história de um reino assolado por uma terrível peste que impede a população de sonhar. Por fim, os plebeus se revoltam contra o rei pela discordância de seu governo e buscam debater os temas e problemas sociopolíticos de forma coletiva. Serão disponibilizados, de uma só vez, quatro episódios que compõem a trama.

#livros

É na Desobediência que o Meu Corpo Ainda se Mantém de Pé”, doe Gonzaga Neto
Com 29 textos, 10 fotos e uma vídeo-performance, o projeto do poeta potiguar traz textos que conversam entre si e pedem ao leitor que seja, sinta e permita o próprio corpo. Então, convida-o a se jogar do alto do sexto andar de um prédio moçambicano, a levantar a cabeça e atear fogo no que restou. A despedaçar a fíbula, ser deglutido por um ônibus e assim, com imagens fortes, a resistir. Na desobediência. O livro que sai pela Anzóis Produtora é uma reunião de poemas sobre ser um corpo no mundo atual, cansado de lutar, vivenciando guerras de diferentes tipos, enfrentar fuzis e cotidianos. É um livro sobre a coragem e insistência de existir, se fazer gente em tempos difíceis.

Mundo real, de Brandon Taylor
O livro é escrito a partir do olhar de um personagem que, dessensibilizado pela dor, julga-se frio, avesso à vida, ainda que seja profundamente sensível. Ao abordar temas que precisam ser articulados dentro e fora da literatura — violência sexual, racismo, homofobia, machismo, transtornos psicológicos, complexidades da vida acadêmica —, Brandon Taylor cria um romance de alta beleza formal, num estilo delicado e sutil, que sugere e emociona. A história narra um final de semana de um jovem negro e queer que saiu do Alabama para estudar com uma prestigiosa bolsa de estudos.

#visuais

Rock Exhibition Rita Lee
Com material original selecionado pela própria artista e João Lee, seu filho e curador da exposição, a mostra traz um panorama da carreira e da vida de Rita, uma das artistas mais relevantes e plurais do Brasil, admirada ao redor do mundo. Composta por centenas de itens originais, entre figurinos e objetos pessoais, a exposição percorre a história da Rainha do Rock em 18 áreas temáticas, com cenografia assinada por Chico Spinosa e direção artística de Guilherme Samora – estudioso do legado cultural de Rita.

Futuro Agora – Revisitando a Arquitetura em Terra
Praça Mauá, s/n – Centro do Rio
Até 17 de outubro, de 10h às 18h
Um pavilhão de madeira sustentável de reflorestamento formado por 24 painéis fotográficos e tipográficos, em plena Praça Mauá, apresenta novas formas de pensar e entender os desafios da arquitetura contemporânea, com questões urgentes. A mostra proporciona uma experiência arquitetônica unindo o conhecimento do que se tem de mais novo na alta tecnologia a um dos primeiros materiais usados na construção, a terra (como a argila e o barro), e suas aplicações contemporâneas.

#cênicas

Vaca e outras moças de família
De 1 a 11 de outubro, sexta a segunda, 21h
R$ 10 a R$ 50 (valor pode ser escolhido pelo público) | online pelo Twitch e Youtube

O espetáculo, inspirado no livro homônimo da roteirista e escritora Renata Corrêa, revela, entre tantas situações, a construção da subjetividade das mulheres, enquanto o “segundo sexo” ou o “outro”, em um mundo comandado pelos homens. Despidas de inocência, entre desabafos e autocríticas, inquietações e aspectos cômicos do dia a dia, quatro mulheres expõem e lavam suas feridas. O encontro com a própria voz faz da palavra o instrumento organizador do caos interno. Com direção das dramaturgas Renata Corrêa e Laura Araujo, o elenco conta com as atrizes Fernanda Rocha, Juliana Mesquita, Larissa Mauro e Tatá Lopes, incorporando histórias extraordinárias que nos convidam a refletir: a vaca é cura do gado?

#delivery

The Vegetarian Butcher Festival
De 30 de setembro a 30 de outubro
Restaurantes emblemáticos da cidade de São Paulo oferecem pratos vegetarianos no a partir da carne plant-based The Vegetarian Butcher. Aceitaram o desafio estabelecimentos como Cantaloup e Loup, do restaurateur Daniel Sahagoff, as casas do Grupo Bah lideradas pelo chef Marcos Livi, a Tasca da Esquina, Rubayatt e o Skye, do chef Emmanuel Bassoleil. As receitas ficarão disponíveis no salão e no delivery (paras as casas que oferecem o serviço de entrega). Parecem ótimas as criações da Tasca da Esquina, com Molho de Queijo de Ovelha, Almôndega empanada na Panko, geléia de tomate picante e rabanete (R$ 48) e do QT Pizza Bar Prato, com Formaggio di Patata – Queijo de Batata, cogumelos salteados com vinho branco,tomates assados e finalizado com carne moída vegana (R$ 55).

31 Restaurante | Primavera
A virada de estação inspira a mudança do menu do 31 Restaurante para um especial de Primavera. Por isso, o chef Raphael Vieira recebe o público com uma sequência de degustação ancorada em um conceito de frescor. “Vamos brincar com formas de apresentação ou cozimento que não necessariamente passam pela boca do fogão”, antecipa. Nesta direção, o chef flerta com diversas possibilidades. Entram em cena técnicas como a desidratação, marinadas, salmouras, e até mesmo a utilização de vegetais crus. Como já é natural na casa, o conceito da sazonalidade também ressoa e vira oportunidade para servir ingredientes como a alga Ulva Lactuca, mais conhecida como Alface-do-mar.
Rua Rego Freitas, 301, Centro
Ter. a Sex. almoço de 12h às 15h | jantar de 19h às 23h; Sáb. almoço de 12h às 16h | jantar de 19h às 23h | Dom. almoço de 12h às 16h

Onesttà
Pizza de bairro, aquela despretensiosa, de massa mais fininha e crocante e coberturas clássicas do dia-a-dia. “Vai uma meia peruana, meia frango com catupiry aí?” É esse o espírito da Onesttà, uma pizza de preço “justo” e sabores de afeto, que nasce na Mooca. O salão simples e pequeno, com parede de azulejos antigos, pode servir tanto como espera para retirada, como para se comer a pizza ali mesmo, direto da bandeja de inox.
Rua Oratório, 113 – Mooca
Diariamente, das 18h às 23h

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.