Fotografia

Série fotográfica mostra a realidade dos voluntários e o dia a dia num abrigo animal

Redação Hypeness - 03/09/2021

A série “Desmistificação do trabalho voluntário”, da fotógrafa brasileira Karina Setani, é um convite para conhecer o que realmente acontece em um abrigo para animais. Hoje baseada no Canadá, ela conta em publicação no Bored Panda como sua relação de amor com os animais a colocaram em contato com a realidade das ONGs que cuida de animais abandonados.

“Conversando com um amigo que é voluntário em uma ONG de resgate de animais, descobri que os fotógrafos são realmente necessários nesse tipo de lugar”, conta. Afinal, uma boa foto significa uma chance maior de adoção.

“Como eu estava tendo aulas de fotografia, me ofereci. Foi como amor à primeira vista”. Mas aquelas imagens clássicas de voluntários brincando e acariciando os animais que vêm à mente quando falamos de abrigos de animais não passava a realidade daquele difícil trabalho.

“Tendo isso em mente, escolhi o trabalho voluntário como tema do meu curso, contra a vontade do meu professor. E a recepção das minhas fotos foi tão boa – não só pela minha professora, mas também pelos voluntários e até por um conhecido fotógrafo de animais de estimação nas redes sociais – que finalmente tive a coragem de começar algo novo para mim combinando duas das minhas paixões: fotografia e animais”.

Veja algumas fotos da série e acompanhe o trabalho de Karina pelas redes sociais:

Achei que esse projeto fotográfico seria uma ótima maneira de mostrar como o trabalho voluntário pode ser difícil e que poderia abrir os olhos das pessoas para o fato de que a ajuda é necessária. De certa forma, acho que isso desperta a consciência da importância do trabalho para essas criaturinhas que todos amamos!

Acho que o trabalho voluntário é um compromisso, tanto quanto qualquer outro trabalho remunerado que alguém possa ter. Algumas pessoas pensam que, por serem voluntárias, podem ir e vir quando quiserem. Porém, quando você se compromete, as pessoas passam a contar com você. Além disso, você deve estar aberto para trabalhar com o que a organização precisa no momento. Não podemos ser exigentes. Portanto, antes de se candidatar a qualquer trabalho voluntário, precisamos realmente pensar se somos capazes de nos comprometer ou não.

Leia o texto completo no Bored Panda.

Publicidade

Fotos: @ksetani.photopet


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.