Criatividade

Um livro de receitas ilustrado por Andy Warhol foi lançado em 1959 como paródia debochada da alta gastronomia

Vitor Paiva - 30/09/2021 | Atualizada em - 04/10/2021

Um simples ovo cozido, uma omelete, uma salada, um leitão assado ou uma sobremesa de chocolate, aos olhos de um gênio como o artista estadunidense Andy Warhol, são tornadas em verdadeiras obras de arte – e não somente para o deleite das papilas gustativas, mas principalmente dos olhos e do humor dos leitores. Foi um jovem Warhol que se reuniu, em 1959, com sua amiga Suzie Frankfurt para realizar o livro Wild Raspberries, pensado e ilustrado pelo papa da pop art alguns anos antes dele alcançar o sucesso, para ser um dos mais divertidos, engraçados, fantasiosos e criativos livros de receitas culinárias já lançado.

Capa do livro de Warhol e Frankfurt, criado em 1959 e reeditado recentemente

Capa do livro de Warhol e Frankfurt, criado em 1959 e reeditado recentemente

-Conheça algumas receitas do surreal livro culinário de Salvador Dalí

O tom satírico que marca toda a carreira de Warhol é visto na obra, a começar pelo título: Wild Raspberries – que, em tradução livre, significa “framboesas silvestres” – foi escolhido para batizar o livro como uma referência irônica ao clássico filme Morangos Silvestres, lançado pouco antes pelo diretor sueco Ingmar Bergman. Para além do título, tudo no livro surge como uma paródia das pomposas receitas da alta gastronomia da época: a receita de “Omelete Greta Garbo”, por exemplo, tem a recomendação de que seja consumida “sozinha em uma sala à luz de velas”, em referência à decisão da atriz “homenageada” de se retirar da vida pública.

Receita de leitão assado disposta no livro de Andy Warhol

Receita de leitão assado disposta no livro

A receita de "Omelete Greta Garbo" no livro de Andy Warhol

A receita de “Omelete Greta Garbo”

-Milhares de fotos de Andy Warhol nunca antes vistas serão divulgadas pela primeira vez

Segundo Frankfurt, que realizou o texto da obra ilustrada por Warhol, a ideia era preparar um livro de receitas para quem não sabe cozinhar e quer se divertir na cozinha. A caligrafia nas ilustrações é de Julia Warhola, mãe do artista, e os desenhos, segundo consta a lenda ao redor da feitura de Wild Raspberries, foram coloridos por quatro garotos em idade escolar que viviam no andar de cima de Warhol. Somente 34 cópias do livro foram concluídas, e distribuídas entre amigos e conhecidos da dupla de criadores. “Nós pensávamos que era uma obra-prima que venderia milhares de cópias: acho que vendemos 20”, afirmou Frankfurt, em entrevista recente.

"Salada de Alf London" no livro de Andy Warhol

“Salada de Alf London”, muito popular, segundo o texto, em “jantares políticos nos anos 30”

A receita de ovos cozidos de Andy Warhol

A receita de ovos cozidos, apresentados como “arte significativa”

-Covid: chefs criam livro de receitas para quem perdeu olfato ou paladar

Tal fracasso, porém, com o passar dos anos e o êxito de Andy Warhol como artista plástico, foi tornado em raridade e, assim, valor: uma das poucas cópias distribuídas e assinadas pelo artista à época – para a socialite e editora de moda DD Ryan – foi recentemente vendida em leilão por mais de 47 mil dólares, equivalentes a mais de 255 mil reais. A partir do início dos anos 1960, Warhol se tornaria um dos mais famosos e influentes artistas do século XX, e naturalmente o livro de receitas foi devidamente relançado, trazendo 34 receitas em 48 páginas para quem é fã do artista, da culinária e do fino deboche.

"Bolas de chocolate a la Chamboard" de Andy Warhol

“Bolas de chocolate a la Chambord”, para serem servidas a “pessoas muito magras”

Publicidade

© fotos: Wild Raspberries/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.