Tecnologia

Amazon lança robô que reconhece seu rosto e te segue pela casa: novidade é recebida com críticas

Vitor Paiva - 14/10/2021

Se hoje muita gente não vive sem o trabalho de assistentes virtuais como Alexa – feito fossem uma pessoa em casa, um funcionário dedicado ou mesmo parte da família –, o novo lançamento da Amazon tornará tal impressão em presença literal. Trata-se de Astro, um robô para uso doméstico, anunciado como uma tecnologia capaz de monitorar pessoas idosas e necessitadas, bem como auxiliar em tarefas cotidianos nos mínimos detalhes e até mesmo oferecer segurança para as casas. Equipado com câmeras, telas e sensores, Astro é programado para reconhecer rostos, objetos, animais, esquinas e cenários, e uma tela em sua frente feito fosse uma face, mostrando inclusive feição com direito a olhos expressivos demonstrando o temperamento simpático do robozinho.

O Astro é o primeiro robô para uso doméstico da Amazon

O Astro é o primeiro robô para uso doméstico da Amazon

Astro, robô da Amazon

O robô é mais do que uma Alexa sobre rodas, prometendo segurança e auxílio em casas inteligentes

-Amazon lança drone que voa dentro de casa e assusta clientes com avanço tecnológico

De acordo com o lançamento, o robô pode ser todo controlado remotamente via smartphone, e é capaz de realizar videochamadas, encontrar seu “dono” pela casa para atender a uma determinada ligação ou compromisso, assim como oferecer tudo que a Alexa já cumpre, mas sobre rodas – de forma “presencial” e com uma “personalidade” diferente e própria.

Segundo a Amazon, o sistema de reconhecimento por câmeras e sensores do Astro pode funcionar como um importante device de segurança, que pode ser patrulhar a casa, reconhecer acontecimentos suspeitos e enviar alertas até mesmo diretamente a empresas de segurança caso uma presença desconhecida seja percebida no local.

Astro é recebido com críticas

As configurações podem determinar as áreas de atuação do robô, bem como quando e onde as câmeras e microfones devem ser desligados, bem como sensores de imagem e informações. O que parece um auxiliar perfeito, no entanto, foi recebido com polêmicas e críticas após o evento de lançamento do Astro, no final do mês passado: além de questionar o potencial invasivo que o robô pode trazer, o próprio funcionamento do aparelho foi tratado como instável, ineficaz, frágil e até mesmo inacabado – as principais críticas foram apontadas em reportagem da Vice, que se refere ao ao lançamento como “um pesadelo particular que te segue pela casa”.

Astro, robô da Amazon

O robô pode ser controlado remotamente, e assim informar a eventual presença de uma pessoa não identificada por transmissão ao vivo

-Café de Tóquio usa garçons robôs para ajudar pessoas com problemas físicos

Partindo do alto custo de 1 mil dólares por robô – mais de 5.500 reais –, a reportagem revela peças quebradas com frequência, um funcionamento instável nos sistemas de reconhecimento, e perigoso para quem quiser usar o aparelho para segurança ou cuidados a pessoas necessitadas. “É, na melhor das hipóteses, um absurdo completo e marketing e, na pior das hipóteses, potencialmente perigoso para qualquer um que realmente confie nele para fins de acessibilidade”, afirmou, à reportagem, uma fonte.

Astro, robô da Amazon

Uma antena mais alta traz uma câmera na ponta, oferecendo visão ampla através do robô

Astro, robô da Amazon

Através do Astro é também possível realizar e receber videochamadas variadas

-Os principais itens para montar uma casa inteligente! Confira as ofertas da semana da Amazon!

Segundo a Amazon, a reportagem, no entanto, se refere a estágios anteriores do produto, em definições que estariam simplesmente “incorretas”. “O Astro passou por avaliações rigorosas de qualidade e segurança, incluindo dezenas de milhares de horas de testes com participantes do beta. Isso incluiu testes abrangentes no sistema avançado de segurança do Astro, que é projetado para evitar objetos, detectar escadas, e parar o dispositivo onde e quando necessário”, afirmou a empresa, em comunicado.

Astro, robô da Amazon

O Astro também promete realizar “entregas” dentro de casa

Publicidade

© fotos: Amazon/reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.