Inspiração

Cães experimentam carinho e amor pela 1ª vez após serem salvos de fazenda de carne na Coréia do Sul

Vitor Paiva - 06/10/2021 | Atualizada em - 07/10/2021

Apesar de esforços diversos para proibir definitivamente a produção e o consumo de carne canina, a Coréia do Sul ainda não possui uma legislação clara, suficiente e irrestrita sobre o tema: é nesse hiato que de diversas instituições de proteção aos animais atuam, a fim de salvar cada vez mais a vida dos cães no país. O Humane Society International, um dos mais dedicados grupos de combate à prática, recorreu à plataforma Bored Panda para noticiar uma dessas tocantes campanhas e ações, para o fechamento de uma fazenda de carne canina onde mais de 70 animais foram encontrados e resgatados.

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Na fazenda os animais se encontravam todos enjaulados

jaula de cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Os animais se encontravam em condições insalubres, entre sujeira, alimentos e suas próprias fezes

-Operação salva 120 cachorros de serem mortos para consumo ilegal de carne

Segundo relatou Nara Kim, gerente na HSI/Korea e coordenadora da campanha “End Dog Meat”, pelo fim do consumo de carne de cachorro principalmente em países asiáticos, a ação noticiada ocorreu em maio de 2020 e foi a décima sexta fazenda fechada pelo grupo. A informação das práticas e da localização de tais fazendas costuma vir de antigos profissionais do ramo e, segundo Kim, a maioria dos profissionais deseja deixar a atividade, e recebe auxílio da organização para tal mudança: ainda que venha se tornado menos comum e eventualmente obsoleta na Coréia do Sul, o consumo ainda ocorre em certas partes do país, e a falta de regulações não só acaba por permitir a existência de tais fazendas.

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Os animais se encontravam sujos e assustados em sua maioria

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

As jaulas também estavam superlotadas

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Diversas raças de animais se encontravam aprisionadas no local

-Este cãozinho fugiu de uma fazenda de carne ilegal em Bali e recebeu ajuda para achar um lar

“Alguns cães saltavam desesperadamente pedindo por atenção e afeto, enquanto outros se escondiam no fundo de suas jaulas com medo”, conta Kim, no relato publicado no site. Segundo conta, a ausência de uma legislação também não regula qualquer processo de adoção de cães no país, e por isso todo o processo de resgate dos animais é também especialmente complexo e trabalhoso. “Isso quer dizer que precisamos visitar as fazendas diversas vezes para vacinar todos os cachorros, coloca-los em quarentena, e realizarmos todos os exames de saúde requisitados para que possam realizar viagens internacionais”, afirma Kim, lembrando que os cães precisam ser enviados para outros países para serem adotados.

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

A equipe da organização teve de fazer diversas viagens ao local para realizar o resgate devido

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Os animais estavam famintos e também necessitados de carinho

-Atleta olímpico e namorado salvam 90 cachorros que virariam comida na Coreia do Sul

Em 2018, um juiz decretou que o consumo de carne era ilegal no país, e criou assim jurisprudência para o debate e o encerramento da produção em diversos pontos da Coréia do Sul desde então. Uma legislação conclusiva e clara, porém, ainda não foi determinada pelo governo federal, mas recentemente pela primeira vez o presidente do país, Moon Jae-in, sugeriu a possibilidade de banir por completo a produção e o consumo de carne canina. As imagens do resgate dos animais de 2020 oferecem um pouco a dimensão emocional que tais processos, segundo os envolvidos, possui. De acordo com o relato, os animais resgatados já se encontram em segurança e conforto, vivendo em lares ou instituições devidas nos EUA e no Canadá.

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Cada cão recebeu o devido carinho durante o resgate

Cachorros em fazenda de carne canina na Coréia do Sul

Os animais foram enviados para abrigos ou residências nos EUA e no Canadá

Publicidade

© fotos: Humane Society International


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.