Inovação

Carros voadores elétricos já têm data para chegarem aos céus do Brasil com modelos da Embraer, Azul e Gol

Vitor Paiva - 04/10/2021 | Atualizada em - 06/10/2021

Os primeiros modelos de carros voadores já passaram dos testes e entraram na fase de demonstrações e aprimoramentos: não é mais, portanto, mera previsão futurista afirmar que em breve tais veículos estarão disponíveis no mercado e nos céus das cidades. E tal cenário inclui as cidades brasileiras, já que a fabricante Embraer, bem como as companhias aéreas Gol e a Azul anunciaram acordos e planos relacionados aos “veículos elétricos de pouso e decolagem vertical” (eVTOL, em inglês), que sugerem a chegada dos carros entre nos próximos anos ao país.

O modelo de eVTOL da Embraer

Representação artística do modelo de eVTOL da Embraer © Embraer/divulgação

-Saiba mais sobre o carro voador que viajou com segurança entre duas cidades por 35 minutos

Segundo a Embraer, a projeção de entrega dos primeiros eVTOLs fabricados pela empresa estão para 2026, através de parceria com a Eve, uma subsidiária lançada oficialmente em outubro de 2020, com acordos de entrega de centenas de veículos para empresas como a brasileira Helisul, bem como a inglesa Bristow e a estadunidense Halo, todas do ramo de táxis aéreos. A subsidiária da Embraer também tem acordos fechados com empresas e companhias aéreas de Singapura, EUA, França e Brasil para oferecer os “carros voadores” por horas de voo – até a entrega, testes serão realizados com helicópteros de porte semelhante aos eVOLTs.

Área interna projetada do modelo de eVTOL da Embraer

Área interna projetada do modelo © Embraer/divulgação

Os testes do modelo serão feitos com helicópteros semelhantes

Os testes do modelo serão feitos com helicópteros semelhantes © Embraer/divulgação

-Embraer divulga vídeo com detalhes de 1ª carro voador elétrico

Já a Gol assinou intenção de compra 250 veículos com a empresa irlandesa Avolon, pela VA-X4, da Vertical Aerospace, com operações previstas para serem iniciadas em 2025. Segundo o fabricante, a aeronave elétrica atinge velocidades de até 325 km/h, com autonomia de 160 km de distância percorrida com somente uma carga de bateria, e capacidade de transporte de até quatro passageiros, além do piloto. A parceria da Azul foi estabelecida com a empresa alemã Lilium, e compreende a entrega de 220 veículos com velocidade máxima de 280 km/h, autonomia de 250 km e capacidade para seis passageiros e um piloto a partir de 2025 – segundo informações, a negociação alcançou o valor de 1 bilhão de dólares.

O veículo da Lilium, modelo que será utilizado pela Azul

O eVTOL da Lilium, modelo que será utilizado pela Azul © Lilium/divulgação

-Primeiro carro voador deve ser lançado em 2025

Os dados confirmam que por enquanto o eVTOL é projetado para voos mais curtos que os helicópteros – a Agência Nacional de Aviação (Anac) já confirmou que será necessário o estabelecimento de uma altitude determinada para tais viagens quando as naves entrarem em operação, como forma de controle do espaço aéreo e a fim de evitar possíveis acidentes e colisões. Com pouso e decolagem verticais, de acordo com especialistas, a vantagem dos “veículos elétricos de pouso e decolagem vertical” sobre helicópteros e aviões de pequeno porte é, além de uma redução considerável na poluição sonora, também uma diminuição considerável na poluição propriamente, já que os eVTOLs são elétricos e, assim, não agridem o meio-ambiente.

Os veículos da Lilium também já estão em fase avançada de desenvolvimento

Os veículos da Lilium também já estão em fase avançada de desenvolvimento © Lilium/divulgação

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.