Design

Com barro e toras de eucalipto, arquiteto constrói prédio de universidade em Burquina Faso

Vitor Paiva - 22/10/2021 às 15:24

Utilizando barro e toras de eucalipto somados a grandes doses de criatividade e ao próprio imenso talento, o arquiteto burquinense Diébédo Francis Kéré construiu uma universidade em Burquina Faso, país na região ocidental da África, onde nasceu. Intitulado Burkina Institute of Technology, o Instituto de Tecnologia de Burkina foi construído utilizando matéria prima local sobre base de concreto como parte em extensão do campus da Escola Secundária Lycee Schorge, também construído pelo arquiteto, na cidade de Koudougou, na província de Boulkiemdé, na região centro-oeste do país.

Instituto de Tecnologia de Burkina

Barro e eucalipto são as bases da construção do Instituto de Tecnologia de Burkina

Instituto de Tecnologia de Burkina

O espaço foi projetado para também se integrar à paisagem

-Arquiteta cria projeto inovador de escola destinada a empoderar meninas na Índia rural

A construção foi realizada em módulos, a fim de oferecer novas e maiores instalações para alunos e professores do Instituto. Com 2.100 metros quadrados, a construção possui salas de aula, locais para palestras e salas auxiliares para estudos ou descanso, e foi pensada para se integrar à paisagem e facilitar a circulação de ar ao redor e dentro do prédio. O uso do barro como material essencial, além de se tratar de matéria abundante no local, também teve propósitos eficazes, a fim de resfriar naturalmente o interior da construção, aliando-se à formação das paredes como solução para o calor eventual.

Instituto de Tecnologia de Burkina

A construção é precisa para se entender o que o arquiteto chama de “afro-futurismo”

Instituto de Tecnologia de Burkina

As paredes de toras de eucalipto ajudam na circulação de ar

-Biblioteca feita de gravetos em Liyuan, na China, parece saída de um sonho

O terreno foi preparado para proteger o Burkina Institute of Technology durante a temporada de chuvas, com canais planejados para desviar a água para um grande tanque subterrâneo construído para reaproveitar a chuva na irrigação de plantações de manga no campus. Os troncos de eucalipto também foram utilizados para vedações e estruturas internas do edifício, bem como para construção dos telhados e detalhes internos nas salas de aula. determinando também a força estética do trabalho do Kéré Architecture, escritório de arquitetura fundado por Diébédo Francis Kéré em 2005.

Escola Secundária Lycee Schorge

O prédio da Escola Secundária Lycee Schorge, também projetado por Kéré

Escola Secundária Lycee Schorge

O pátio da escola

Instituto de Tecnologia de Burkina

As paredes vazadas e os corredores ao redor do prédio também ajudam na refrigeração natural

-Arquitetos usam técnicas maias para criar casa que dispensa refrigeração mesmo com altas temperaturas

“Na interseção da utopia e do pragmatismo, nós criamos arquitetura contemporânea capaz de alimentar a imaginação a partir de uma visão afro-futurista”, define o aquiteto, em seu site. “Informada pela tradição, nossa prática explora novos modos de construção sobre fundações há muito estabelecidas”, diz o texto, que aponta o uso de recursos locais e métodos colaborativos de trabalho como instrumento para que a arquitetura possa superar os limites e as normas estabelecidas. Entre os diversos projetos do escritório, além do instituto em Koudougou, Kéré também vem trabalhando no novo prédio do Parlamento de Benin.

Instituto de Tecnologia de Burkina

Os vãos e espaços laterais também permitem a circulação de ar no Instituto

Instituto de Tecnologia de Burkina

As toras de eucalipto são utilizadas no teto das salas de aulas

Instituto de Tecnologia de Burkina

A beleza do desenho de Diébédo Francis Kéré se destaca à noite

Publicidade

© fotos: Kéré Architecture


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Canais Especiais Hypeness