Viagem

Estas são as 5 cidades mais seguras para viajar na pandemia, segundo estudo

Vitor Paiva - 29/10/2021

A pandemia ainda está longe de efetivamente acabar, mas a vacinação em larga escala vem permitindo que, aos poucos e em todo o mundo, aberturas e retomadas venham sendo postas em prática – inclusive viagens. Naturalmente que as cidades mudaram por conta da Covid-19, e junto também mudou a relações das pessoas com as cidades, as partidas e os destinos em uma viagem: daí a importância de um novo estudo, realizado pela Unidade de Inteligência da revista The Economist, indicando quais são as cidades mais seguras do mundo para viajar, tanto agora quanto daqui pra frente, conforme o quadro mais agudo da pandemia for ficando pra trás.

a capa do relatório Safe Cities Index 2021

“Novas expectativas exigem uma nova coerência”: a capa do relatório de 2021 © The Economist

-Qual a cidade mais segura do mundo e qual a posição de São Paulo e Rio na lista

Para indicar os destinos mais seguros para quem quer viajar no contexto atual e no futuro próximo, a pesquisa intitulada Índice de Cidades Seguras 2021 partiu de 76 indicadores, dentro de tópicos como infraestrutura, meio ambiente, saúde, pessoal, digital, e ainda as preparações de cada cidade para a pandemia, bem como a mortalidade imposta pelo novo coronavírus. As cinco primeiras colocadas, segundo o estudo, apresentam em comum características como inclusão, confiança da sociedade, bem como uma série de propostas e soluções para as dinâmicas que a pandemia exige para a segurança de sua população.

Tóquio

Tóquio ficou na quinta colocação geral do relatório

-Pesquisa indica que os paulistanos passaram a andar mais a pé na pandemia

A quinta colocação ficou com Tóquio, mas é a mais bem colocada no índice de segurança de saúde, por conta de aspectos como preparação para a pandemia, expectativa de vida e mortalidade por Covid-19. A quarta colocação foi para Sydney: a maior cidade da Austrália não só é tradicionalmente segura, como o país foi um dos primeiros do mundo a se fechar como medida de segurança para conter a pandemia. Com a vacinação avançando, hoje Sydney possui uma das mais baixas taxas de mortalidade pela doença no mundo, e é vista como um oásis protegido da pandemia. A terceira colocação ficou com Cingapura, cidade que rapidamente estabeleceu controles rigorosos e protocolos severos, bem como punições em multas pesadas para quem os desrespeitasse. Mesmo com uma das mais altas taxas de vacinação no mundo, Cingapura segue em seu rigor pela segurança da população.

A Opera House em Sydney, na Austrália

A Opera House em Sydney, na Austrália, quarta colocada na lista

Cingapura

Cingapura é uma cidade-estado no sudeste asiático, e a terceira cidade mais segura do mundo para se viajar atualmente

-‘Vai ter uma nova pandemia’, diz diretora adjunta da OMS

A segunda cidade mais segura do mundo no contexto atual ficou quase empatado com o primeiro lugar: Toronto, no Canadá, soma à cultura rica e inclusiva, à infraestrutura destacada e à segurança ambiental reconhecida, um programa de imunização reconhecido no mundo – que inclui vacinação em casa para quem não pode sair, além de uma força-tarefa para vacinar a população e conscientizar sobre o tema. Mas a cidade mais segura do mundo segundo o Safe Cities Index 2021 é Copenhague: exemplo de segurança ambiental, sustentabilidade, qualidade do ar e cobertura florestal urbana, a capital da Dinamarca se destaca também pelo espírito comunitário e a confiança nas instituições de um país que teve cerca de 2.700 mortes ao todo por conta da pandemia.

Toronto

Representatividade, imunização: o segundo lugar ficou com Toronto, no Canadá

Copenhague

Copenhague: a capital da Dinamarca é a cidade mais segura do mundo para se viajar atualmente

 

Publicidade

© fotos: Wikimedia Commons/crédito


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.