Reverb

Experimento ‘desenha’ ondas sonoras com água e sal em resultado psicodélico

Vitor Paiva - 29/10/2021 | Atualizada em - 09/11/2021

Toda onda sonora possui um desenho e, apesar de se tratar de força invisível, tal energia é capaz de afetar e até mesmo alterar coisas materiais. Mas como podemos enxergar uma onda sonora propriamente, e não somente sentir seus efeitos sobre nós e as coisas? Para responder tal desafio aparentemente impossível, basta um pouco de água, um punhado de sal e, claro, som: foi para isso que o compositor australiano Kim Moyes se juntou ao artista e cineasta australiano Josef Gatti e ilustrar, de forma visível e verdadeiramente tocante, o desenho das ondas sonoras.

A parte com água do experimento foi feita com um falante de baixa frequência

A parte com água do experimento foi feita com um falante de baixa frequência

Para o "desenho" sonoro com sal o experimento usou uma máquina de alta frequência

Para o “desenho” sonoro com sal o experimento usou uma máquina de alta frequência

-Ouvir desenhos na pele? Sim, as tatuagens sonoras já são uma realidade

O experimento foi realizado para a série Phenomena, da ABC Science, departamento de ciências da Australian Broadcasting Company, empresa de rádio e TV do país, e contou também com uma caixa de som de baixa frequência e um aparelho mecânico de alta frequência, além dos ingredientes citados, para sua realização. Uma vasilha com água foi posicionada sobre a caixa de baixa frequência e, a partir da vibração do estímulo sonoro, o líquido foi sendo alterado – desenhado em diferentes padrões e figuras geométricas em sua superfície.

-Escute um quadro de Kandinsky pelo novo projeto do Google que nos permite ouvir cores

O mesmo ocorre com o sal, espalhado sobre o mecanismo de alta frequência, formando os mais incríveis desenhos a partir da vibração e da energia das ondas sonoras: cada padrão se transforma junto com mudanças como volume e tonalidade no som. O resultado é tão incrível, belo e harmonioso que parece não ser real, mas sim um efeito especial ou animação realizada digitalmente sobre o vídeo. Mas não: trata-se simplesmente da força das ondas sonoras em suas infinitas variações incidindo sobre os materiais.

ondas sonoras de baixa frequência na água

As ondas sonoras de baixa frequência na água fazem desenhos de todo tipo – inclusive simétricos

ondas sonoras de baixa frequência na água

Dependendo da frequência, o desenho na água perde a ordem e se torna mais caótico

ondas sonoras de baixa frequência na água

Certa frequência faz com que o desenho lembre o de uma piscina “comum”

-Técnica de pintura inovadora usa água como suporte para arte

“Ondas são energia em movimento. Elas transportam impulso e informação pelo universo. Elas estão por toda parte, em ondas de luz, do mar, de som, e muitas outras”, diz a narração do vídeo, que, através dos desenhos, revelam “a natureza e a forma das ondas sonoras”. A descrição do programa Phenomena oferece a dimensão do efeito que o experimento, ao fim, nos provoca: “Arte e ciência se encontrando para nos levar em uma jornada psicodélica pelas estruturas do universo, explorando as forças da natureza que criam o universo como conhecemos”.

O desenho com sal segue o mesmo padrão sobre superfície em máquina de alta frequência sonora

O desenho com sal segue o mesmo padrão sobre superfície em máquina de alta frequência sonora

desenhos em sal feito com ondas sonoras de alta frequência

As mudanças sonoras criam desenhos precisos

desenhos em sal feito com ondas sonoras de alta frequência

Os desenhos em sal feito com ondas sonoras de alta frequência criam verdadeiras mandalas

Publicidade

© fotos: Youtube/Reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.

Especiais