Arte

Inhotim em Cena, 45ª Mostra de SP e Festival de Teatro Negro nos destaques da semana

Gabriela Rassy - 19/10/2021 | Atualizada em - 21/10/2021

Agenda da semana está de volta com sua dose necessária de arte e cultura. Nesta singela seleção, as boas novas da música, cinema, artes cênicas, visuais, livros e dicas gastronômicas para deixar sua semana daquele jeitão lindo.

Cinéfilos de plantão já podem começar as listas e compras de ingresso para a 45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, com programação híbrida e mais de 130 títulos disponíveis por streaming.

Começa também a 3ª edição do Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo, comemorando o centenário de Ruth de Souza e sua importância para as artes cênicas do Brasil. Online e presencial, o evento reúne espetáculos, experimentos cênicos, performances e show, além de atividades formativas e bate-papos.

Nos lançamentos da música, Ana Cañas apresenta suas releituras de Belchior, Carol Bizin ataca em parceria com Dilsinho e Gloria Groove entrega tudo na faixa e clipe de “A Queda”.

Vem na minha e dá o play!

#live

Inhotim em Cena com Agnes Nunes
Sábado, 23 de outubro, às 11h
Transmissão pelo  site  e mídias sociais do Inhotim – Ig e YT
O Inhotim em Cena, projeto do Instituto Inhotim que propõe a intersecção entre a música com as artes visuais e a arquitetura, estreia uma apresentação da cantora e compositora Agnes Nunes. Nome revelação da música brasileira, Agnes transita entre gêneros musicais como a MPB, o forró e o blues. Nascida em Feira de Santana, na Bahia, e criada em Campinas Grande, na Paraíba, a artista tem nas raízes nordestinas a base para sua carreira e sua forma de ver o mundo. No repertório, a faixa “Última dança”, além de “Cabelo Bagunçado” e “Lisboa”, ambas de sua autoria, “Cida”, composta em parceria com Xamã, e um cover de “Paciência”, do cantor Lenine.

A cantora Agnes Nunes em show no Inhotim em Cena | Foto: Brendon Campos

A cantora Agnes Nunes em show no Inhotim em Cena | Foto: Brendon Campos

Francisco, el Hombre
Sexta, 22, 20h
Grátis – transmissão pelo Youtube da banda
Após uma jornada de lançamentos que culminaram na chegada de Casa Francisco, o terceiro disco de estúdio da Francisco, el Hombre, o quinteto se prepara para levar o trabalho pela primeira vez aos palcos. Nesta sexta, Mateo Piracés-Ugarte, Sebastianismo, LAZÚLI, Andrei Kozyreff e Helena Papini transmitem a performance do disco “mais Francisco, el Hombre de todos”, gravada previamente no Centro Cultural de São Paulo (CCSP). A exibição fecha o reality show “Casa Francisco”, que compôs o mês de lançamento do disco com uma programação de atividades diárias.

Francisco, el Hombre por Julia Pessini e Amare Audiovisual (@amare.audiovisual)

#música

Ana Cañas canta Belchior
projeto iniciado durante a pandemia de Covid-19, que nasceu com a ideia de uma live única e transformou-se em um álbum e uma turnê integralmente dedicados ao compositor cearense. A emocionante repercussão de público sobre a interpretação de Ana Cañas, aliada ao mergulho profundo que ela fez na obra de Belchior, foram fundamentais para que a iniciativa seguisse e se tornasse o novo álbum da artista. O lançamento do álbum na íntegra acontece no dia 20 de outubro nas plataformas de streaming.

Gloria Groove | A Queda

Carol Biazin e Dilsinho | Raio X
Sensível, romântica e a mais acústica do projeto, a faixa fala sobre um amor proibido, de duas pessoas que querem estar perto, mas pelas circunstâncias da vida não conseguem. A dupla ainda se encontra em clipe minimalista disponível no canal do Youtube da cantora.

Orquestra Raíz | Mistério
Cores, ondas e sonhos que se conectam com o infinito. Essas são apenas algumas das referências do clipe, que tem estreia marcada para 20 de outubro. A faixa foi lançada em abril deste ano compondo o EP Íris (Índigo Azul) e agora um formato audiovisual com direção dos artistas visuais cearenses Jonas Gomes e Raisa Christina. A faixa é uma versão musical de poema do escritor Paulo Leminski, traduzida em samba.

https://www.youtube.com/watch?v=vyVS5JB1PEo

Anastácia | Eu Não & Sou Dessas
A cantora e compositora capixaba acaba de lançar seu terceiro single, um sambão mega percussivo e requintado que exalta a individualidade e a mulher de amor próprio. A faixa ganhou um filme musical que se une ao single anterior, Sou Dessas, formando um curta musical.

Álgebra Trio | Dromedarius
Restaurar a força de uma sonoridade ancestral através de experimentos musicais contemporâneos onde timbres e ritmos orientais dialogam com a música regional brasileira. É com esse conceito que o grupo instrumental pernambucano lança o single no próximo dia 22 de outubro, via selo Solto no Tempo, em todas as plataformas digitais. A faixa, que irá compor o EP homônimo, foi inspirada na lógica de uma estrutura rítmica indiana chamada cauda de vaca.

#cinema

45ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo
21 de outubro a 3 de novembro
A partir de R$ 12

Com programação híbrida, além dos 264 títulos exibidos em sessões presenciais na capital paulista, ao menos 130 filmes integram a programação online do evento, podendo ser vistos de qualquer lugar do mundo. Confira aqui os destaques da 45ª Mostra e o lançamento exclusivo do trailer de “Urubus”!

#série

Vinil de Quinta
A websérie dirigida por Isabel Seixas (Estúdio M’Baraká) e Leo de Souza Santos (Pressa Filmes), com curadoria de Eduardo Botelho e Pedro Diniz, apresenta 12 episódios sobre seis gêneros e movimentos musicais ligados ao Rio de Janeiro: samba, bossa nova, rap e funk cariocas, Tropicália e Black Rio. Cada um desses temas se desdobra em dois episódios na faixa dos 25 minutos. O vídeo de estreia é sobre o samba, com o pesquisador Manoel Filho, com lançamento na quinta, no dia 21 de outubro, mesma semana em que se comemora o Dia Nacional da Música Popular Brasileira. Assista aqui!

Dear Earth
Em preparação para a Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 26), o conteúdo segue o formato da impactante “Dear Class of 2020” do ano passado. Apresentando um discurso de abertura de Caco, o Sapo de Muppet Babies, falas de líderes como o ex-presidente norte-americano Barack Obama, show do fenômeno global KPOP BLACKPINK, e performance da brasileira Anitta.

 

#livro

O som do tapa, de Carla Guerson
(Editora Patuá, 2021, 112 pg.)
A escritora capixaba faz a sua estreia colocando a faca na ferida, destrinchando os impactos causados pelos diversos tipos de violência, muitas vezes invisíveis, na subjetividade das mulheres. Ao longo de 28 contos, a escritora aborda temas como solidão, estupro, violência doméstica, perdas, maternidade, relacionamentos abusivos, sobrecarga feminina, conflitos familiares, sexualidade, autoimagem, entre outros assuntos — um verdadeiro apanhado sobre o que é ser mulher na nossa sociedade. A obra conta com apresentação da escritora Aline Bei.

#cênicas

3º Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo
De 20 a 31 de outubro
Grátis
Um encontro entre o centenário de Ruth de Souza, uma das mais importantes artistas do teatro, cinema e da teledramaturgia do Brasil, e as cosmovisões, as políticas e as poéticas negras e indígenas do país. Esta terceira edição do festival traz cerca de 30 atividades, entre online e presenciais. Serão 16 Atos Artísticos (espetáculos, experimentos cênicos, performances e show), 11 Giras de Conversa e quatro Quilombos Artístico-Pedagógicos. Na abertura, dia 20, às 20h, destaque para o show de Anelis Assumpção, com repertório que faz parte do cancioneiro de seu pai – Itamar Assumpção, como forma onírica de conexão com suas raízes e destino, bem como uma homenagem à música negra brasileira. Já no sábado, às 20h, a Cia Casa Circo (AP) apresenta o solo “A Mulher do Fim do Mundo”. Confira a programação completa aqui.

3º Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo

3º Dona Ruth: Festival de Teatro Negro de São Paulo

#visuais

17ª SP-Arte
20 a 24 de outubro
R$ 50 (inteira) e Grátis (viewing room)
Acompanhando as principais movimentações e inovações do cenário artístico, a Feira estreia um modelo híbrido: a retomada das atividades presenciais se dá em consonância com o Viewing Room, espaço digital da SP-Arte, que apresenta uma consistente atuação online através do site www.sp-arte.com, onde o público também terá acesso a um calendário atualizado com as atividades preparadas para o evento. Para esta edição, está confirmada a participação de 128 expositores, sendo 84 presenciais e 44 exclusivamente no ambiente digital. Entre os expositores de arte na ARCA, figuram nomes como Mendes Wood DM (SP-NY Bruxelas), Galeria Luisa Strina (SP), Bergamin & Gomide (SP), Fortes D’Aloia & Gabriel (SP – Rio), Silvia Cintra + Box 4 (RJ), Galeria Ybakatu (Florianópolis), Paulo Darzé Galeria (Salvador), SUR, de Punta del Leste (Uruguai), Galería de las Misiones, de Montevideo (Uruguai), e Opera Gallery, de Miami (EUA).

Exposição “Araguaia, O rio e sua gente”
Centro Cultural Santo Amaro – Av. João Dias, 822
De 22/10 a 22/11 | De terça a domingo das 10h às 17h
Grátis
Na intenção de conhecer sua ancestralidade, se reconectar com suas raízes e aumentar seu repertório artístico sobre contos e lendas, o escritor, ator e diretor João Luiz do Couto, em 2014, se aventurou por uma jornada de quatro meses ao longo do rio Araguaia. Durante toda essa viagem, registrando os lugares por onde passavam, foi acompanhado pela fotógrafa Sheila Signário. Anos depois, já em 2021, o projeto se transformou em um documentário intitulado “Narradores do Araguaia – Lendas”, editado por Jessica Ayara, um livro de fotografias e também exposição.

“Visões do Luvemba”, de Caio Rosa
Galeria Lume – Rua Gumercindo Saraiva, 54 – Jardim Europa/SP
Até 13 de novembro de 2021 | segunda a sexta-feira, das 10 às 19h, e sábado das 11 às 15h
A exposição tem o intuito de preservar a tradição, além de investigar e conectar a origem africana das máscaras e sua simbologia. A produção artística traz uma reflexão sobre o conceito geral da Diáspora e da África contemporânea a partir da relação entre a utilização de máscaras na cultura dos Bate-bolas, e na caracterização dos povos centro-africanos, em especial os “BaKongo” e os Chokwe do norte e nordeste de Angola.

#gastronomia

Especial Dia Internacional do Gin Tônica com boas dicas de onde se deliciar com o drink:

Levels
O recém inaugurado gastrobar que serve três cardápios simultaneamente, além de carta de coquetéis, entre clássicos e autorais, como o “Matcha Gin Tonic”, feito com gin Tanqueray London Dry, Matcha, Creme de Yuzu e Tônica.

Bar Brahma
O tradicional bar do Centro tem no comando das receitas o Mestre Derivan, um dos mais lendários barmen do país que assina a carta de drinques da casa. Entre as boas pedidas estão: “Alegria alegria”, feito com gin e tônica, morango, cardamomo e perfume de laranja bahia; “Metamorfose Ambulante”, que leva gin e tônica com chá de frutas vermelhas e hibiscos e o G&T Cajú com gin e tônica, caju, redução de caju, hortelã e laranja bahia (a partir de R$ 29).

Bar Desembargador
O bar que completa 12 anos em uma boa área externa com mesas na calçada, além de um bar voltado para a rua. O bartender Clayton Azevedo criou uma boa carta de drinks autorais que também podem ser apreciados no balcão do bar. A carta oferece várias versões de Gin Tônica com ingredientes diferenciados como o Orgânico de gengibre (R$ 29) ou de Kinkan (R$ 29) de laranja kinkan em calda, especiarias e fatias de limão siciliano.

Publicidade


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.