Futuro

Lojas infantis terão seções gênero neutro obrigatórias na Califórnia

Redação Hypeness - 21/10/2021 | Atualizada em - 25/10/2021

A Califórnia se tornou o primeiro estado a aprovar uma lei que obriga as grandes lojas de departamento a exibir produtos infantis sem gênero. De brinquedos a escovas de dente para crianças, a partir de agora as seções devem se referir de maneira neutra.

A aprovação é uma grande vitória tanto para a causa LGBT+ e quanto para a liberdade de escolha das crianças e dos pais que não precisam mais se sentir pressionados pela absurda quantidade de itens em rosa e azul e seu reforço de estereótipos.

Lojas infantis terão seções gênero neutro obrigatórias na Califórnia

Lojas infantis terão seções gênero neutro obrigatórias na Califórnia

A nova lei, assinada pelo governador democrata Gavin Newsom, não proíbe as seções tradicionais de meninos e meninas em lojas de departamentos. Em vez disso, diz que as grandes lojas também devem ter uma seção de gênero neutro para exibir “uma seleção razoável” de itens “independentemente de serem tradicionalmente comercializados para meninas ou meninos”.

A lei se aplica apenas a brinquedos e “artigos de puericultura”, que incluem produtos de higiene e dentição. Roupas estão fora da determinação que só se aplica ainda a lojas com pelo menos 500 funcionários – o que significa que as pequenas empresas estão isentas.

O deputado Evan Low, democrata de San Jose que escreveu o projeto, disse que estava “incrivelmente grato” por Newsom ter assinado o projeto este ano. Esta é a terceira vez que os democratas no Legislativo estadual tentam aprovar esta lei, com projetos semelhantes falhando em 2019 e 2020.

Low disse que se inspirou em uma menina de 10 anos, filha de um de seus funcionários, que perguntou à mãe dela por que certos itens na loja eram “proibidos” para ela porque ela era uma menina.

“Precisamos parar de estigmatizar o que é aceitável para certos gêneros e apenas deixar que as crianças sejam crianças”, disse Low. “Minha esperança é que este projeto incentive mais empresas na Califórnia e nos EUA a evitar o reforço de estereótipos prejudiciais e desatualizados.”

Embora a Califórnia seja o primeiro estado a exigir seções sem gênero, algumas grandes lojas de departamentos já mudaram a forma como exibem seus produtos. A Target Corp., com 1.915 lojas nos Estados Unidos, anunciou em 2015 que deixaria de usar alguns sinais baseados em gênero em suas lojas.

A lei foi contestada por alguns republicanos e alguns grupos conservadores, que argumentaram que o governo não deveria dizer aos pais como fazer compras para seus filhos. Independente deles, como dizem por aí, a lei já está em vigor – e o choro é livre.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.