Reverb

Mapa Sound System: site mapeia e preserva a memória dos sistemas de som no Brasil

Gabriela Rassy - 04/10/2021 | Atualizada em - 06/10/2021

A cultura dos sistemas de som amplificados, vinda da Jamaica, é o tema do Mapa Sound System Brasil. A história da amplificação, que começou associada às tradicionais radiolas que chegaram ao Maranhão na década de 1970 criando toda uma cultura reggae baseada nos paredões imensos de caixas de som agora tem sua memória preservada e mapeada através do projeto.

Um pouco antes de se estabelecer como característica musical maranhense, mas ecoando outras sonoridades, surgem em meados de 1950 os “sonoros” paraenses, que tiveram um boom a partir da década de 1980, com o crescimento e popularização dos eventos locais de tecnobrega e tecnomelody, ritmo considerado patrimônio histórico pela lei estadual 7.708/13.

Uma outra forma de celebrar a cultura jamaicana no Brasil e a forma perfeita com que ela se funde por aqui surge a partir do início dos anos 2000, com os chamados sound systems, que explodem a partir de capitais como São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e outras, se espalhando rapidamente pelo Brasil.

Em 2019, os paulistanos Daniella Pimenta e Natan Nascimento lançaram um catálogo ilustrado, “Mapa Sound System Brasil”, contemplando mais de 120 sound systems de reggae brasileiros inspirados não só na Jamaica, mas na cultura diaspórica do reggae e dub que se expandiu na Europa.

Sound system no Brasil e o crescimento histórico

Tanto o catálogo quanto o Portal Mapa Sound System Brasil, que foi ao ar no dia 25 de setembro, são frutos de um projeto iniciado em 2015 no site Groovin Mood, em que Daniella é editora.

“Quando o Mapa foi iniciado, a ideia era visualizar as atividades dos sound systems de reggae em território nacional. Além dos grandes nomes e dos pioneiros, eu tinha curiosidade em descobrir quem eram os novos nomes da cena e como eles estavam trabalhando”, conta.

O Portal é uma extensão mais completa do projeto, e que tem como objetivo realizar um trabalho de registro e preservação de memória da cultura sound system, que em cada região do país se funde à cultura local trazendo aspectos únicos e especiais.

O projeto foi realizado com fomento do Edital de Apoio à Criação Artística – Linguagem Reggae, da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Além das fichas técnicas e biografias das equipes de amplificação de reggae, o portal contará com biografias de seletores e DJs, cantores, fotógrafos, produtores e agentes técnicos que se dedicam à essa cultura no país. O site também trará levantamentos com dados quantitativos e qualitativos e outros conteúdos relevantes.

“O nosso objetivo é levar para o leitor – brasileiro e de fora do país – um panorama da movimentação da cultura de sistemas de som de reggae em moldes jamaicanos no Brasil. Queremos trazer uma amostragem – a mais acurada possível – do que vem acontecendo por aqui, e poder reunir informações e dados para preservar a memória do que tem sido realizado nesse sentido – e que não é pouco”, finaliza Daniella.

Saiba mais em: www.mapasoundsystembrasil.com.br

Publicidade

Fotos: Miguel Salvatore / @donsalvatore


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.

Especiais