Ciência

NASA lança nova expedição para explorar os asteroides de Júpiter

Vitor Paiva - 26/10/2021

A nova missão da NASA foi lançada recentemente e com sucesso de sua base no Cabo Canaveral, na Flórida, com rumo literalmente ao desconhecido. Intitulada Lucy, o nome da missão também batiza a sonda que irá alcançar seu primeiro destino por volta 2025 em um verdadeiro mundo inexplorado do nosso Sistema Solar: os asteroides ao redor de Júpiter, a fim de encontrar pistas, detalhes ou grandes segredos desconhecidos sobre a formação do nosso Sistema. A sonda irá explorar os asteroides conhecidos como Troianos e divididos em dois grupos, localizados à frente e atrás do gigantesco planeta gasoso.

Lançamento da missão Lucy, da NASA

O lançamento da missão ocorreu no último dia 16 de outubro

-Asteroide descoberto por estudante mineira de 18 anos é certificado pela NASA

A jornada de Lucy durará 12 anos e cruzará 6,4 bilhões de quilômetros entre sete troianos e um asteroide do chamado cinturão principal entre Marte e Júpiter durante uma série de sobrevoos que acontecerão entre 2027 e 2033. Dados sobre a coloração, composição, densidade, formação rochosa das crateras serão coletados como informações não somente sobre a formação dos próprios asteroides, mas do próprio Sistema Solar. “Esses objetos são como fósseis de onde os planetas se formaram”, afirmou Hal Levison, investigador principal da missão Lucy e pesquisador do Southwest Research Institute em entrevista coletiva recente. “Se desejamos desvendar a origem do Sistema Solar, precisamos visitar esses pequenos corpos celestes”.

O foguete Atlas V, que levou a sonda Lucy ao espaço

O foguete Atlas V, que levou a sonda Lucy ao espaço © Bill Ingalls/NASA

-Júpiter fotografado do Polo Sul em altíssima definição parece saído de um sonho

Alguns asteroides que serão explorados por Lucy possuem tamanhos diversos, alguns com somente 900 metros, e outros com mais de 112 quilômetros de diâmetro, e a missão irá estabelecer o recorde de maior número de asteroides visitados por uma única sonda. Se da Terra os troianos não passam de pequenos pontos de luz no céu, durante a missão Lucy se aproximará até somente 965 quilômetros de distância dos asteróides, em uma velocidade de mais de 24 mil quilômetros por hora – durante as aproximações, uma câmera de maior resolução intitulada L’LORRI irá registrar imagens da superfície de cada corpo “visitado”. A missão também enviará ao espaço uma placa com exemplos do conhecimento humano, impressa com trechos de canções dos Beatles e pílulas de sabedoria de Einstein, Yoko Ono, Martin Luther King Jr. e mais.

Os asteroides troianos se localizam à frente e atrás de Júpiter

Os asteroides troianos se localizam à frente e atrás de Júpiter

-Pela defesa do planeta, Nasa vai interceptar asteroide em 2022

Ao longo dos anos de duração da missão, Lucy desenhará uma complexa trajetória pelo espaço com duração de 6 anos para cada volta ao redor do sol, chegando a alcançar, nos pontos mais extremos, a 800 milhões de quilômetros de distância do astro-rei. Poderosos painéis solares serão utilizados para a captação de energia mesmo em pontos onde a luz chega em força muito menor. O projeto custará cerca de 980 milhões de dólares no total, e o nome, Lucy, foi inspirado no fóssil descoberto nos anos 1970 como um dos mais antigos e completos entre os nossos ancestrais e que alterou para sempre o conhecimento sobre a origem da humanidade. “Da mesma forma, a missão Lucy irá revolucionar nosso conhecimento sobre as origens dos planetas e a formação do Sistema Solar”, afirmou a NASA, em comunicado.

Sonda Lucy

A sonda conta com grandes painéis solares para garantir sua viagem de bilhões quilômetros

Publicidade

© fotos: NASA/créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.