Arte

‘Verberenas’: conheça o projeto que reúne mulheres pesquisadoras e atuantes no cinema brasileiro

Redação Hypeness - 18/10/2021 | Atualizada em - 19/10/2021

Criado em 2015, o Verberenas é um projeto independente que reúne mulheres pesquisadoras e atuantes no cinema brasileiro. Incomodadas com a pouca presença feminina nas discussões sobre cinema, Amanda Devulsky, Carol Lucena, Glênis Cardoso e Letícia Bispo decidiram criar um espaço on-line para a discussão cinematográfica com foco nas perspectivas das mulheres.

Em março de 2021, o projeto cresceu com a chegada das Sessões Verberenas. A estreia foi com a exibição de “Porta para o Céu”, da diretora marroquina Farida Benlyazid. Em junho, foi a vez de mostrar ao público o filme “Microhabitat”, de Go-Woon Jeon.

Até dezembro, quatro edições de uma publicação on-line – disponíveis em verberenas.com – chegam ao público acompanhada das Sessões Verberenas, com exibição de longas-metragens dirigidos por mulheres e debates conduzidos por uma editora-curadora do Verberenas e uma pesquisadora.

Em setembro, a terceira edição das Sessões Verberenas teve como foco o longa “Os homens que eu tive”, da diretora Tereza Trautman. Lançado em 1973, o filme foi censurado pela ditadura até 1980, quando enfim foi liberado pelo governo. Na época da estreia, Tereza tinha apenas 22 anos.

“Os homens que eu tive” conta a história do casal Pity, uma jovem que leva uma vida alegre com seu marido Dode e seu namorado Sílvio. Ela procura entender seus próprios desejos e buscar formas de saciá-los.

“A jovem Tereza Trautman e seu filme de estreia destacam-se para nós do Verberenas pela rebeldia em apresentar uma protagonista que insiste em ser quem é de forma corajosa e, ao mesmo tempo, natural. É fundamental refletir sobre a importância da nossa memória, sobretudo em um momento em que, após anos de repetida negligência, a Cinemateca Brasileira – que conta com o maior acervo audiovisual da América do Sul – esteve literalmente em chamas e segue sem funcionários, sem gestão e sem repasses governamentais”, destaca Amanda Devulsky que, ao lado de Glênis Cardoso e Letícia Bispo, integra o Verberenas.

Em setembro saiu também a 7ª edição da Revista Verberenas. Nela tem uma entrevista com Viviane Ferreira feita por Lygia Pereira, além de texto inédito da pesquisadora convidada, Roberta Veiga, sobre o filme exibido “Os homens que eu tive”.

A próxima Sessão Verberenas deve acontecer em novembro, então se ligue nas redes sociais do Verberenas e no site oficial não perca as próximas edições.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.