Decoração

Airbnb aluga versão de apartamento de Carrie, de ‘Sex and the City’, com recepção de Sarah Jessica Parker

Vitor Paiva - 10/11/2021

Para quem sempre quis viver como Carrie Bradshaw na série “Sex and the City”, o Airbnb está oferecendo a oportunidade de enfim tornar o sonho em realidade. Ou, ao menos, parte do sonho: por duas noites, no mês de novembro,  uma recriação precisa do incrível apartamento onde a personagem vivia, no chique (e caríssimo) bairro do Upper East Side, na ilha de Manhattan, em Nova York, estará disponível para ser alugado, em preços especiais e comemorativos, para os fãs mais dedicados: a novidade é uma ação para tanto celebrar a estreia da série original, quanto para comemorar o lançamento de sua aguardada continuação, trazendo de volta às telas (quase) todas as personagens originais.

Sarah Jessica Parker no apartamento

Sarah Jessica Parker irá receber os locatários digitalmente no apartamento

Airbnb de "Sex and the City"

O local reproduz em detalhes, no bairro do Chelsea, o apartamento da série

Airbnb de "Sex and the City"

Cama e quadros no quarto de Carrie no Airbnb

-‘Sex and the City’: reencontro do elenco revive machismo sobre envelhecimento feminino

O apartamento que será oferecido pelo Airbnb não é de fato o mesmo onde “Sex and the City” era filmada: o interior da casa de Carrie era, em verdade, um cenário montado em um estúdio, e a parte de fora pertence a um edifício no Village, também em Manhattan. A recriação fica no Chelsea, bairro histórico no lado oeste da ilha, e terá uma atração ainda mais especial do que a própria reconstrução fiel do cenário: quem alugar o local será recebido pela atriz Sarah Jessica Parker no estilo da personagem – a recepção, é claro, não será presencial: Carrie aparecerá em vídeo para dar as boas-vindas a quem alugar “seu” apartamento.

Airbnb de "Sex and the City"

O apartamento é amplo e confortável, raridade em Manhattan

Airbnb de "Sex and the City"

A decoração inclui um laptop vintage, onde Carrie escrevia suas colunas

-‘New Yorkers’: livro mostra o espírito louco e diverso de Nova York através de fotos de seus moradores e suas casas

De acordo com as fotos disponibilizadas pelo Airbnb, o local é preciso nos detalhes, com direito à mesa de trabalho, um laptop em estilo vintage,  em acordo com o período do fim dos anos 90 e início dos anos 2000 no qual se passa a série original, e até mesmo um closet azul cheio de roupas especiais de alta costura, incluindo o icônico tutu que Carrie veste na abertura da série. Se, durante a estadia, quem alugar o apartamento quiser colocar as novidades em dia com amigas ou amigos, um telefone sem fio como o da série também estará disponível.

Airbnb de "Sex and the City"

A atriz diante do icônico closet azul de sua personagem, reconstruído no apartamento

Airbnb de "Sex and the City"

Pelas fotos, o closet vem repleto de peças de roupa de alta costura

Airbnb de "Sex and the City"

O icônico tutu que a personagem usa na abertura da série aparece na foto

-An African City: a ‘versão africana’ de Sex and The City é poderosa

O apartamento poderá ser alugado para os dias 12 e 13 de novembro, e o custo da estadia é comemorativo, a somente 23 dólares por noite – o valor se refere aos 23 anos da estreia de “Sex and the City”, em 1998 (vale lembrar, é claro, que é preciso estar em Nova York, e que esse preço não inclui eventuais custos de viagem e alimentação). Esse não é, porém, o único motivo da ação, que ocorre algumas semanas antes da estreia de “And Just Like That…”, nova série da HBO Max que funcionará como um revival das personagens Carrie, Charlotte e Miranda em 10 episódios, e que promete atualizar os temas, os dilemas e as personagens, 17 anos depois. Com estreia confirmada para dezembro, o reboot não trará a personagem Samantha, vivida pela atriz Kim Cattrall, por conta de discordâncias e rupturas de bastidores.

Airbnb de "Sex and the City"

As três atrizes de “And Just Like That…”, nova série e reboot de “Sex and the City” © Instagram

Publicidade

© fotos: Airbnb/crédito


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.