Debate

BBC é acusada de transfobia e funcionários LGBT pedem demissão

Redação Hypeness - 18/11/2021

A rede de notícias britânica BBC está envolvida em um escândalo denunciado por seus funcionários LGBTQIA+. Semanas após publicar um artigo em que uma entrevistada se referia a mulheres trans como “vis, fracas e nojentas”, o comitê LGBTQIA+ da empresa organizou uma reunião com Phil Harrold, secretário do diretor-geral da BBC, Tim Davie. 

– Modelo trans é agredida por chefe em live para denunciar transfobia do patrão

bbc

O secretário Phil Harrold durante a reunião com funcionários LGBTQIA+.

Ao longo de uma hora e meia, os funcionários se mostraram extremamente insatisfeitos com o rumo que a empresa estava tomando e manifestaram desconfortos em serem pessoas LGBTQIA+ trabalhando na instituição. 

As informações são da “Vice”, que obteve o vídeo da reunião, realizada pelo Zoom. 

Eu conheço alguém que se demitiu outro dia por causa dessa matéria e conheço outra pessoa que também se demitiu há uns meses. Eu conheço cerca de oito pessoas trans que deixaram a organização no último ano porque não acreditam mais que a BBC seja imparcial“, revelou um funcionário da “BBC” durante a reunião. 

Meus amigos trans e LGBT perderam a confiança na BBC. Eu estou perdendo a confiança na BBC e estou considerando se meu lugar deveria ser nesta organização”, acrescentou outra pessoa.

– Autores se demitem de editora de JK Rowling após empresa não se posicionar sobre transfobia

BBC

Vista externa do prédio da BBC na região central de Londres.

Organizações como a BBC não mudam. Atualmente, se você é trans e trabalha lá, você não está seguro”, disse uma mulher bissexual à “Vice”. Ela se demitiu de um cargo sênior na empresa. 

A BBC é um lugar hostil para ser LGBT no momento. Eu não poderia continuar trabalhando para uma organização que se recusa a ouvir seus funcionários e continua a se comportar de forma irresponsável, apregoando bobagens transfóbicas e se declarando imparcial. A BBC estará do lado errado da história e não posso estar aqui para vê-la se comportar de forma tão embaraçosa.”

Um jornalista gay que trabalha para a BBC e está em vias de se demitir afirmou que “não pode continuar a ser cúmplice porque a BBC opta por ser inimiga da comunidade LGBT”.

 

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.