Debate

Casal agredido em confusão no aeroporto consegue embarcar com coelho Alfredo em avião

Redação Hypeness - 22/11/2021 | Atualizada em - 24/11/2021

Um casal mineiro tentou fazer uma viagem internacional com seu coelho, o Alfredo, mas acabou sendo agredido por funcionários da companhia aérea KLM. Eles detinham um autorização judicial para viajar com o animal e a empresa havia sido notificada sobre o caso, mas, mesmo assim, os funcionários agiram com violência os mineiros no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (SP).

Homem é agredido por funcionários da empresa KLM no Aeroporto de Cumbica por tentar embarcar com seu coelho

O caso

O casal entrou na Justiça para conseguir fazer a viagem com o animal em um transporte adequado dentro da cabine do avião. O poder judiciário concedeu o direito aos passageiros, que chegaram com 10 horas de antecedência ao aeroporto para que tudo desse certo. A empresa foi notificada que o coelhinho embarcaria com eles, mas não avisou aos funcionários que a situação aconteceria.

– Hóspede se recusa a medir temperatura, vai pra cima de atendente e toma surra em hotel 

Depois de horas de conflito, o casal e os funcionários da companhia se agrediram verbalmente e os funcionários partiram para cima do cliente. “Vão me matar”, disse o homem durante conflito. Uma funcionária responde: “Vai te matar mesmo, você está precisando”.

“Primeiramente existe uma ação pública ajuizada pelo GAC que já determinou que a Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) autorize coelhos em voos de todo o Brasil. No entanto, a medida passa a valer a partir de 23 de novembro. Por enquanto, para embarcar, é preciso uma autorização especial para cada caso”, afirmou o advogado do casal, Leandro Furno Petraglia, ao site BHAZ.

No dia seguinte ao conflito, a KLM autorizou o embarque do casal e o coelhinho chegou são e salvo à cidade de Amsterdã, capital da Holanda. “Olá pessoal! Aqui é o Alfredo, pedi para o papai escrever essa mensagem para mim. Estou muito feliz com todas as mensagens que estamos recebendo e todas as demonstrações de carinho e afeto!”, disse o tutor do animal nas redes sociais. “Quero dizer que estou bem, estou muito feliz por sinal, ganhei diversas frutas durante a viagem, estou agora aguardando com papai e mamãe o próximo vôo! Assim que eu chegar na Irlanda avisarei! Lambidinhas para todos vocês!”, completou.

Agora, eles vão agir contra a companhia. “Em posse dessa gravação na íntegra vamos ajuizar uma ação cível para buscar reparação, tanto pela agressão quanto pela exposição da imagem deles. A KLM ainda tem uma multa de R$ 5 mil por ter mentido no processo para o embarque do coelho Alfredo e de mais R$ 5 mil por não ter cumprido os acordos”, dissse.

A KLM afirmou que ocorreu um “equívoco interno” e demitiu todos os funcionários envolvidos no incidente, lamentando o ocorrido.

O caso ocorre duas semanas depois de outro casal mineiro entrar em um conflito no mesmo Aeroporto de Cumbica. No outro caso, entretanto, a história envolvia o cancelamento de voo e o acolhimento de uma mãe com seu filho pequeno, além da agressão contra guichês da companha Gol.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Arquivo Pessoal/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.