Diversidade

Casamento LGBTQIA+ deve bater recorde em 2021 após reconhecimento do STF

30 • 11 • 2021 às 10:07
Atualizada em 30 • 11 • 2021 às 10:08
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Se tudo sair conforme o previsto, o ano de 2021 será o recordista na realização de casamentos homoafetivos no Brasil. Segundo um levantamento feito pelo g1 em parceria com a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen), o número de casamentos LGBTQIA+ deve ultrapassar os 10 mil. O recorde atual é de 2018, com 9.520 casamentos. 

– Policial gay faz vídeo sobre vida na PM e perde porte de arma na véspera de casamento

De janeiro a outubro deste ano, o Brasil já celebrou 8.607 casamentos. A previsão é que o número de registros chegue a 10.368 no último mês do ano, principalmente por dois motivos. 

Em primeiro lugar, está o fato de que dezembro costuma ser o mês com mais casamentos historicamente. Em segundo, é que a alta taxa de vacinação e a melhora no cenário da pandemia tem levado as pessoas a ficarem mais confortáveis em celebrar neste período. 

Os piores meses nos números de casamentos homoafetivos deste ano foram justamente aqueles em que a pandemia apresentava os piores índices de contaminação e morte: entre fevereiro e maio. 

– O sacerdote que celebra casamentos homoafetivos em luta contra homofobia

São Paulo é o estado que tem o maior número de casamentos. Foram 2.788 desde o dia 1º de janeiro até 31 de outubro deste ano. Por  outro lado, considerando a população adulta do Brasil, o Distrito Federal é a unidade federativa em que mais casamentos são celebrados a cada 100 mil adultos: 13,8. O índice no país é de menos da metade: 5,1. 

Vale lembrar que o recorde de casamentos em 2018 teve uma explicação contundente. Quando o presidente Jair Bolsonaro foi eleito em outubro daquele ano, muitos casais correram para legalizar suas uniões com medo de que o governo de extrema direita retirasse os direitos da população LGBTQIA+.

Em dezembro de 2018 foram registrados 3.098 casamentos homoafetivos. A título de comparação, em outubro daquele mesmo ano o número havia sido de 957. 

Os dados compilados pela Arpen-Brasil são alimentados em tempo real pelos 7.565 cartórios de registro civil do país, que devem, obrigatoriamente, enviar seus dados de nascimentos, casamentos e óbitos para a central de informações, base de dados instituída pelo provimento nº 46 do CNJ e administrada pela Arpen-Brasil“, afirmou a entidade em comunicado oficial. 

 

Publicidade

Canais Especiais Hypeness