Arte

Fotos raras de Basquiat vão virar NFTs para a Art Basel, maior feira de arte do mundo

28 • 11 • 2021 às 21:47
Atualizada em 02 • 12 • 2021 às 10:00
Yuri Ferreira
Yuri Ferreira   Redator É jornalista paulistano e quase-cientista político. É formado pela Escola de Jornalismo da Énois e conclui graduação em Ciências Sociais pela Universidade de São Paulo. Já publicou em veículos como The Guardian, The Intercept, UOL, Vice, Carta e hoje atua como redator aqui no Hypeness desde o ano de 2019. Também atua como produtor cultural, estuda programação e tem três gatos.

As NFTs vieram para realmente transformar o mundo da arte contemporânea e digital, mas também estão produzindo um mercado enorme sobre criações do passado. Nessa semana, foi anunciado que fotos raras de Jean-Michel Basquiat em seu cotidiano serão comercializadas pelos tokens não-fungíveis durante a Art Basel, uma das mais feiras de arte de todo o planeta.

– NFT levanta debate ético ao prometer destruição de obra de Basquiat ao comprador

Jean-Michel Basquiat se tornou uma das principais figuras da arte contemporânea com seu estilo icônico na cena de Nova York durante os anos 80

As fotos, entretanto, não são obra do próprio artista. As fotos são de Alexis Adler, ex-namorada de Basquiat, que registrou a vida do artista e o processo de criação do estadunidense que marcou as ruas e as galerias com sua identidade única nas artes visuais.

– Veja obras de Jean-Michel Basquiat de perto nesta exposição online gratuita

A coleção foi chamada de ‘Our Friend, Jean’ ou, em tradução livre, ‘Nosso amigo, Jean’. Todo o projeto está sendo arquitetado pela rede social de compartilhamento de vídeos Triller, que irá trabalhar na Art Basel entre 29 de novembro e 4 de dezembro no bairro de Wynwood, um dos bairros mais interessantes de toda Miami, na Flórida.

Além disso, na exposição presencial, serão exibidos outros registros de amigos de Basquiat que irão contar histórias da intimidade do artista e relatarão parte de seu processo criativo no cotidiano;

Leia também: Obra de arte digital faz história e é leiloada por R$ 382 milhões

“Pela primeira vez, essas imagens raras e únicas serão incluídas no sistema de blockchain, dando ao mundo uma chance de possuir um pedaço do que constituiu o movimento artístico daquela cidade de Nova Iorque no início dos anos 80 em toda sua eletricidade”, informa a produtora Triller em comunicado para o site Design Taxi.

Publicidade

Fotos: © Getty Images


Canais Especiais Hypeness