Diversidade

Homem trans grávido é ameaçado e quase agredido por motorista no Uber; assista

Vitor Paiva - 16/11/2021

O músico Lourenzo Gabriel, um homem trans e grávido com 35 semanas de gestão,  e sua esposa, Isis Broken, foram vítimas de agressão e transfobia cometidas por um motorista da Uber.

A situação aconteceu na noite da última sexta-feira, 12 de novembro, na grande São Paulo, quando o casal voltava de uma consulta pré-natal, e parte dos comentários e ameaças feitas pelo motorista, identificado somente como Sílvio, foram registradas em vídeo e áudio.

Lourenzo Gabriel e Isis Broken

Lourenzo e Isis voltavam de um exame quando sofreram a agressão

-Homem trans dá à luz em parto na água e fotos emocionam: ‘Poderoso e orgulhoso’

Segundo o casal relatou, o motorista inicialmente se intrometeu na conversa para perguntar quem estava carregando o bebê, e questionar a identidade de gênero de Lourenzo. afirmando que o músico era, na verdade, “uma mulher grávida” – quando foi corrigido, afirmou que um homem trans e gestante era algo que não existia, que era “coisa da cabeça”.

Em publicação no Twitter, Lourenzo afirmou que tentou explicar o que era identidade de gênero para o motorista, que começou a se exaltar a ofender o casal. Diante da afirmação de que sua conduta poderia ser criminosa e que ele poderia ser preso, o motorista retrucou que tinha “curso de direito” e que “ninguém vai preso nesse país”.

-Com ‘botão pânico’, app monitora zonas de risco para população LGBT

Aos poucos, porém, as ofensas verbais ganharam tom de ameaça, levando Lourenzo a tentar saltar do carro – ao fim, o motorista teria parado o carro e afirmado que iria espancar o casal. Em desespero, Lourenzo e Isis então correram na direção de casa, em situação de estresse e esforço que causou mal-estar e quadro de dor extrema no músico, que teve de ir ao hospital e, por sorte, não apresentou maiores problemas nem risco para o bebê. Importante lembrar que Lourenzo se encontra na etapa final da gestação.

Lourenzo Gabriel e Isis Broken

as 35 semanas de gestação de Lourenzo equivalem a 8 meses

-Senado aprova inclusão de mulheres trans na Lei Maria da Penha

O casal afirmou que irá à Comissão de Direitos Humanos de São Paulo, e abrirá um processo contra o motorista e a Uber. A empresa divulgou um comunicado sobre o ocorrido, afirmando o “compromisso de promover o respeito, igualdade e justiça para todas as pessoas lgbtqia+” e se colocando à disposição da justiça para colaborar com as investigações.

“A Uber considera inaceitável e repudia qualquer ato de violência e discriminação. A empresa acredita na importância de combater, coibir e denunciar casos dessa natureza às autoridades competentes”, diz o comunicado. A empresa também afirmou que oferece materiais informativos, e que afastou o motorista.

Lourenzo Gabriel e Isis Broken

Segundo relatos, o casal já havia vivido situação de transfobia anteriormente, durante a gestação

Publicidade

© fotos 1, 3: Twitter/Reprodução

© foto 2: Instagram/Reprodução


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.