Tecnologia

Leilão do 5G: entenda tecnologia que pode deixar internet do celular até 20 vezes mais rápida

Vitor Paiva - 08/11/2021 | Atualizada em - 09/11/2021

Encerrado na última sexta-feira, dia 5 de novembro, o leilão das licenças de operação da tecnologia 5G no Brasil se confirmou como o segundo maior da história do país, movimentando R$ 47,2 bilhões de reais e gerando R$ 7,4 bilhões de outorga. Apesar de tais números, o valor arrecadado ficou abaixo dos R$ 49,7 bilhões esperados, e a A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ainda não sabe afirmar quanto do valor de outorga irá para o governo, e quanto irá para obrigações e novos compromissos de investimento – mas e o usuário? Quanto a novidade poderá melhorar a vida de quem usa internet nos smartphones do país?

Leilão de 5G no Brasil

O leilão movimentou mais de 47 bilhões de reais entre 11 empresas que adquiriram lotes © MCOM

-Mineiros usam tecnologia 5G para operar máquinas e levantar peso da sala de casa

Ainda que alguns países já utilizem a tecnologia desde 2019, o Brasil será o primeiro da América Latina a disponibilizar o 5G para sua população. “Podemos dizer sem medo de errar que a chegada do 5G vai levar o país para outro patamar de inclusão digital”, afirmou Artur Coimbra, secretário de Telecomunicações do Ministério das Comunicações, em entrevista para a Agência Brasil. De acordo com as informações da Anatel, os benefícios são diversos, a começar pela velocidade de conexão, até 20 vezes maior que a geração anterior. O tempo de resposta será, segundo dados, 50 vezes menor, e a diferença também será sentida nas baterias dos aparelhos: a eficácia energética será até 90% superior que no 4G.

5G

A tecnologia promete trazer mais velocidade e uma rede de cobertura maior © Getty Images

-Coronavírus: a teoria da conspiração que provocou a destruição de antenas 5G

Outro benefício fundamental será a ampliação do alcance da internet em todo o país, especialmente para 9,8 mil municípios que ainda não possuíam o serviço – incluindo a própria ampliação da rede 4G. “Vamos cobrir todas as rodovias federais com pelo menos conectividade 4G, além de banda larga móvel para quase 10 mil localidades rurais, com a expansão do serviço para escolas e centros de saúde. Nossa meta para o ano que vem, e já temos condições, é de levar internet para 100% das escolas públicas do país”, afirmou Coimbra. Segundo o Ministro das Comunicações, Fabio Faria, atualmente 39,5 milhões de brasileiros ainda não possuem acesso às redes, e a nova tecnologia será fundamental para promover maior inclusão digital.

Leilão 5G

O leilão se encerrou na sexta-feira, 5, como o segundo maior da história do Brasil © José Cruz/Agência Brasil

-Fita do Super Mario Bros. lacrada desde 1986 é leiloada – por milhões de reais

Das 15 empresas credenciadas para o leilão, 11 levaram algum lote para oferecimento da tecnologia no país, e cinco já possuíam autorizações prévias para prestação de serviço de conexão e telefonia móvel: Claro, Telefônica (proprietária da Vivo), TIM – que arremataram os principais lotes – Algar Telecom e Sercomtel. As estreantes no mercado que adquiriram algum lote no leilão e poderão oferecer serviços 5G foram as empresas Winity (Fundo Pátria), Cloud2U, Consórcio 5G Sul (Copel Telecom e Unifique), Brisanet, Neko (Surf Telecom) e FlyLink. Os termos do leilão e as regras das concessões exigem cobertura das 26 capitais e do Distrito Federal até julho de 2022, e de todas as cidades com mais de 50 mil habitantes até 2028, bem como cobertura de todo o território nacional com serviço de 4G.

Antena 5G

Antena 5G: a nova tecnologia promete ampliar também a cobertura de 4G para todo território © Pixabay

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.