Debate

Mulher é presa suspeita de extorquir padre após flagrar supostas conversas íntimas com o marido

Vitor Paiva - 11/11/2021

Uma mulher foi presa em Catanduva, no interior de São Paulo, acusada de chantagear o padre da diocese da cidade. Segundo reportagem do UOL que teve acesso ao boletim de ocorrência do caso, a acusada tem 27 anos, e teria sido motivada por uma série de conversas íntimas flagradas por ela entre o religioso e seu marido: o documento policial revela, de acordo com a reportagem, que o padre já teria pagado R$ 3 mil em junho passado, para que ela não tornasse o caso público.

Entrada da Diocese de Catanduva

Entrada da Diocese de Catanduva © Google Street View/reprodução

-Padre que teria romance com hacker movimentou R$ 2,2 bi e Vaticano tinha ciência de tudo, diz delegado

Apesar do pagamento, segundo consta, a acusada seguiu pedindo maiores valores: em setembro, um pedido de R$ 20 mil levou o padre a buscar enfim a polícia para denunciar a chantagem. “A princípio ela exigia que a vítima [padre] passasse um Pix de tal valor a ela, mas como a vítima disse que não possuía tal recurso de transferência, ela disse, via WhatsApp, que pegaria o dinheiro direto com a vítima”, diz o boletim. A localização da mulher se deu após a polícia interceptar um motoboy enviado por ela até a casa do religioso para coletar a quantia.

Catadral da Diocese, em Catanduva

Catadral da Diocese, em Catanduva © Wikimedia Commons

-Casal chantageado com nudes vira o jogo e monta site com conteúdo erótico

Após a voz de prisão, ela confessou o crime, e foi presa na Cadeia Pública de Catanduva. Em comunicado oficial, a Diocese da cidade declarou prezar pelo “compromisso da evangelização e esclarece não ser parte envolvida no caso em questão, mas, desde já, se coloca à disposição para contribuir e sempre auxiliar a Justiça”. A instituição religiosa declarou que acompanha o caso, e que orienta seus membros a sempre agirem com transparência e a comunicarem às autoridades possíveis ilícitos, “seja no ministério da evangelização ou nos atos privativos”.

Catanduva

A cidade no interior de São Paulo tem pouco mais de 128 mil habitantes © Wikimedia Commons

-Cantora Sia dribla chantagem de paparazzo e posta ela mesma nude que ele queria vazar

A mulher foi solta em liberdade provisória um dia após a prisão, e proibida de manter contato com o padre, obrigada a comparecer todos os meses no fórum de Catanduva para informar suas atividades. Ela responde pelo crime de extorsão, que prevê pena de 4 a 10 anos de prisão. O processo se dá em segredo de justiça, e por isso a identidade dos envolvidos foi mantida em sigilo.

Publicidade

© fotos: créditos


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.