Sustentabilidade

Plantas brasileiras quase extintas movimentam mercado de ‘pais e mães de planta’ no Instagram

Redação Hypeness - 30/11/2021 | Atualizada em - 02/12/2021

O jovem adulto millennials descobriu no cuidado de plantas um hobby. A terapia orgânica tem se tornado alvo de dedicação diária de muita gente nos últimos anos, especialmente neste período pós pandemia. 

– Loucos por plantas: produtos para ajudar na jardinagem

O hábito tem crescido de tal forma que existem até mesmo influencers de planta nas redes sociais. Eles acumulam milhões de seguidores para ensinar como cuidar de plantas e exibir os seus “bebês”. Entre eles, algumas espécies raras na natureza brasileira. 

Entre essas plantas está a Philodendron spiritus sancti, uma trepadeira nativa do Espírito Santo. A planta é uma das espécies presentes na Lista Vermelha do Centro Nacional de Conservação da Flora. A instituição é responsável por monitorar as plantas que estão ameaçadas de extinção. 

Não vou ser hipócrita de dizer que não gosto de planta rara: eu gosto e quero na minha coleção aquelas que despertam mais desejo“, diz o colecionador Samuel Gonçalves, em entrevista à “BBC News Brasil”. Ele é dono de uma Philodendron spiritus sancti, que diz ter ganhado de um amigo também colecionador. 

Gonçalves tem um canal no YouTube (“Um botânico no apartamento”), em que mostra sua coleção e fala sobre como cuidar das plantas. Ele já exibiu sua spiritus sancti nas redes sociais e sofreu críticas por isso. 

– Vasos de plantas: 3 opções de recipientes para dar vida nova às suas suculentas

Preciosidade, tesouro, singularidade, originalidade, raridade, extravagância, excentricidade, beleza, santidade… Que é praticamente a planta mais rara e desejada do mundo, todo mundo sabe. Esse é o famoso, o estupendo, o inatingível Santo Graal das plantas. Philodendron spiritus-sancti. Vigoroso, lindo, exuberante. Leiloado fora do Brasil por valores exorbitantes, essa planta é nativa do estado que lhe dá nome. Endêmica de uma micro região, foi quase extinta da natureza pelo extrativismo“, escreveu na legenda.

O influencer de plantas Samuel Gonçalves exibe sua Philodendron spiritus sancti.

Para outro influencer de planta entrevistado pela “BBC”, Flávio Yukio Motonaga, não há problema ver colecionadores com espécies raras. Ele acredita que esse grupo tem um papel similar ao de um jardim botânico: graças aos colecionadores, plantas estão sendo conservadas fora de seus locais originais.

Por outro lado, Motonaga odeia quem usa de plantas raras para reproduzir um “marketing de luxo” nas redes sociais. Sim, exibicionismo com plantas raras existe e ele é preocupante. 

De acordo com a bióloga Leyde Nayane, da Universidade Estadual do Piauí e doutora em Botânica pela Universidade de São Paulo (USP), quando alguém coloca um conteúdo sobre uma planta rara na internet, isso inevitavelmente atrai outras pessoas interessadas “em comprar e vender essa planta”. Isso pode gerar reações em cadeira perigosas para a preservação da flora. 

Outra especialista ouvida pela “BBC”, a professora Suzana Ursi, da USP e vice-diretora do Parque Cientec, avalia que influencers de plantas deveriam mostrar plantas raras apenas em seus ambientes originais.

Estamos fazendo com as plantas o que já fazemos com as pedras preciosas e com os carros”, critica Ursi. “Entramos numa lógica de antropocentrismo e consumismo que é o contrário do bem-estar que esperamos ter ao estar perto da natureza“, diz.

Publicidade

Fotos: Instagram/@umbotaniconoapartamento


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.