Ciência

Saiba quais as duas únicas universidades brasileiras no ranking de reputação global

Vitor Paiva - 05/11/2021

Somente duas universidades brasileiras aparecem no ranking de reputação global desenvolvido pela Times Higher Education (THE), publicação britânica especializada em educação: entre as 202 instituições listadas, a Universidade de São Paulo (USP) e a Universidade de Campinas (Unicamp) foram as únicas brasileiras a figurarem no ranking. Com a USP compartilhando com outras universidades as posições 81 a 90, e a Unicamp entre as posições 151 e 175, as duas universidades do estado de São Paulo são também as únicas duas instituições da América do Sul a aparecerem na lista.A única outra universidade da América Latina a ranquear foi a Universidade Nacional Autônoma do México, entre as posições 176 e 200.

Cidade universitária da USP

Cidade universitária da USP, a universidade brasileira mais bem colocada no ranking

-Saiba quais as 11 universidades brasileiras entraram no ranking das melhores do mundo

As duas representantes brasileiras melhoraram suas posições com relação ao mesmo ranking elaborado no ano passado, com a USP subindo dez posições e a Unicamp, cinco. Apesar da melhora em curto prazo, representantes da THE lembram que a curva das instituições brasileiras não é crescente, visto que ambas já ocuparam posições melhores – a USP já ocupou entre a 61ª e a 70ª posição. O topo da lista é inteiramente dividido entre os EUA e o Reino Unido, com a Universidade de Harvard (EUA) em primeiro lugar, seguida por MIT (EUA), Oxford (Reino Unido), Stanford (EUA) e Cambridge (Reino Unido) como as universidades de maior reputação no mundo.

Sede da Unicamp

Tanto a USP quanto a Unicamp são ligadas ao estado de São Paulo

Prédio de química da Unicamp, em Campinas

Prédio de química da Unicamp, em Campinas

-Professores da Unicamp criam comunidade para aproveitar a velhice juntos

Para levantar a lista, a publicação realizou pesquisa com a participação de 10,9 mil acadêmicos em 29 países, para uma seleção baseada não no ambiente de trabalho, nas pesquisas e citações – como normalmente se constroem tais seleções – mas sim, considerando somente a opinião dos especialistas e intelectuais participantes, sobre quais são as melhores e mais prestigiadas universidades do mundo em termos de pesquisa e de ensino. “É um ranking bastante subjetivo: acadêmicos de prestígio são chamados a citar universidades que achem que estão fazendo um bom trabalho, que tenham visibilidade em conferências, em produção de estudos e na mídia”, afirmou Phil Baty, representante da THE, à BBC News Brasil. “Mas é uma opinião informada, de pessoas que sabem do que estão falando”, concluiu.

 universidade de Harvard

A universidade de Harvard, nos EUA, foi considerada pela lista a de maior reputação no mundo

-UFRJ vai fechar as portas por falta de dinheiro, diz reitora

Os EUA são o país com mais universidades na revista: ao todo, 57 instituições estadunidenses ranquearam. Em seguida vieram Reino Unido, com 25, e China, com 17: Alemanha, com 14, Japão, com 11, Holanda, com 9 e, ainda, Austrália, Canadá e França, cada um com 6 universidades, foram os países de destaque da lista. O crescimento da China confirma o crescimento do país no cenário acadêmico global: pela primeira vez uma instituição chinesa figurou entre as 10 mais bem colocadas, com a Universidade de Tsinghua, na 10ª colocação.

Biblioteca da Faculdade de Arquitetura da USP

Biblioteca da Faculdade de Arquitetura da USP

Publicidade

© fotos: Wikimedia Commons


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.