Inovação

USP inaugura Centro Intercultural Internacional e Korea Corner dedicado à cultura coreana

Vitor Paiva - 24/11/2021

A Universidade de São Paulo (USP) inaugurou no último dia 18 de novembro o Centro Intercultural Internacional como um espaço para o convívio, a troca e o estabelecimento de parcerias, visando a internacionalização dos estudantes. Um espaço intitulado Korea Corner e dedicado à cultura do país asiático, bem como a abertura de oportunidades de parcerias e intercâmbio com a Coréia do Sul foi aberto junto com a inauguração, mas em breve diversos outros países irão instaurar espaços similares no local.

O diretor do Centro Cultural Coreano, Wankuk Kim, da esquerda pra direita; o cônsul-geral da Coreia em São Paulo, Insang Hwang; o reitor Vahan Agopyan; e o presidente da Aucani, Valmor Tricoli

-Saiba quais as duas únicas universidades brasileiras no ranking de reputação global

“A internacionalização é fundamental para a formação de nossos futuros profissionais. Nossos alunos precisam ter a oportunidade de conhecer, experimentar e se preparar para os desafios de um mundo globalizado. Esse Centro Intercultural Internacional oferece um ambiente global, em que nossa comunidade possa interagir com outras culturas e ideias estrangeiras”, afirmou o reitor Vahan Agopyan. O Centro Intercultural Internacional foi posicionado propositalmente no centro da Cidade Universitária da USP e ao lado do Centro de Inovação (Inova), como uma forma de estimular a interação entre os diversos cursos e com os laboratórios do Inova.

Vahan Agopyan, Insang Hwang, Consul Geral da República da Coreia em São Paulo), Valmor Augusto Tricoli, na inauguração do Centro

Vahan Agopyan, Insang Hwang, Consul Geral da República da Coreia em São Paulo), Valmor Augusto Tricoli, na inauguração do Centro

-Estudo revela que USP é a instituição que mais publica artigos sobre canabidiol no mundo

A ideia é que este seja um espaço multicultural, multimodal, um lugar para trocar experiências, divulgar informações sobre oportunidades de intercâmbio, conhecer outras culturas, praticar idiomas. Com esse centro, esperamos criar uma rede de grandes parcerias internacionais, não só do aspecto científico, mas também cultural”, complementou Valmor Tricoli, presidente da Agência USP de Cooperação Acadêmica Nacional e Internacional (Aucani). “O principal objetivo da Aucani, e de todas as nossas ações, é tornar o ambiente interno na USP cada vez mais internacional, com o acolhimento e o convívio de pessoas de diferentes culturas, estimulando a interação e as parcerias”, concluiu.

O Korea Corner é modelo pra outros centros que serão inaugurados no local

O Korea Corner é modelo pra outros centros que serão inaugurados no local

-Universidade portuguesa oferece bolsas de mestrado para brasileiros

Em breve, países como Irlanda, França, Israel, Índia, Alemanha e Itália inaugurarão locais semelhantes ao Korea Center – ao todo, serão 12 espaços para os países parceiros. O projeto pretende estabelecer o Centro Intercultural Internacional da USP como um ponto de referência para a realização de exposições, palestras, leituras, debates, eventos e atividades, a serem desenvolvidas em parceria com instituições e universidades estrangeiras como meio de compreender e formar as possibilidades, oportunidades e parcerias futuras.

Vahan Agopyan, reitor da USP

Vahan Agopyan, reitor da USP

Publicidade

© fotos: Cecília Bastos/USP Imagens


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.