Criatividade

A história do sapato de seda perdido por Maria Antonieta no caminho para guilhotina

17 • 12 • 2021 às 14:42 Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

A execução na guilhotina da rainha consorte Maria Antonieta durante a Revolução Francesa é considerado um dos momentos mais cruciais da história ocidental.

A habsburga que simbolizava o Antigo Regime francês foi guilhotinada em 1793, mas, ao que tudo indica, com um estilo desejado até a contemporainedade. Pelo menos uma peça do vestuário de Antonieta foi guardada até os dias de hoje e foi leiloada recentemente por R$ 280 mil.

– Tecnologia raio-x revela correspondência secreta censurada de Maria Antonieta 

Maria Antonieta guilhotina

Pintura mostra os momentos que antecedem a execução de Maria Antonieta pelos revolucionários franceses em 1973

A execução de Maria Antonieta 

O sapato de pele de cabra e seda de Maria Antonieta foi leiloado na região de Versalhes, no oeste de Paris, por 43.750 euros (cerca de R$ 280 mil na cotação atual), de acordo com a casa de leilões Osenat e, segundo a empresa, o calçado é próximo de um moderno número 36.

– Netflix prepara série sobre a Revolução Francesa com foco no inventor da guilhotina 

A peça não foi utilizada pela nobre no dia de sua execução na guilhotina, mas o sapato que Maria Antonieta perdeu durante sua caminhada inglória para a guilhotina existe e está no Museu de Belas Artes de Caen, na França.

A lenda conta que as últimas palavras de Maria Antonieta foram “perdão, essa não foi minha intenção” ao tropeçar no pé de um dos seus executores. Nesse tropicão, a rainha teria deixado cair o sapato de couro que está exposto até os dias de hoje na cidade que fica na Normandia.

Kirsten Dunst como Maria Antonieta no cinema

– Estudo associa morte de Napoleão ao excesso de perfume; entenda 

Os calçados de Maria Antonieta se tornaram um grande tema de interesse após o filme “Maria Antonieta”, de 2006, da diretora Sofia Copolla, onde Kirsten Dunst interpreta a monarca francesa. Na obra, a habsburga aparece utilizando All-Stars – de forma intencional pelo filme -, em um dos “erros propositais” mais incríveis de toda a história do cinema e em uma brincadeira super-criativa com a controversa história de Antonieta.

Publicidade

Fotos: foto 1: Domínio Público/foto 2: Divulgação


Canais Especiais Hypeness