Ciência

Bajau: a tribo que sofreu uma mutação e hoje pode nadar a 60 metros de profundidade

Redação Hypeness - 17/12/2021 | Atualizada em - 12/01/2022

Parece coisa de filmes, de histórias de super-heróis com habilidades sobre-humanas, mas é vida real: os corpos dos ocupantes de uma tribo nas Filipinas sofreram uma mutação para ser diferente do resto da população e eles são capazes de resistir a 60 metros de profundidade no mar – uma habilidade incrível que chamou a atenção de Melissa Llardo, do Centro de Geogenética da Universidade de Copenhagen. 

A pesquisadora conduziu um estudo sobre o assunto e as mudanças em sua anatomia que permitem realizar tais façanhas. Ela escreveu sobre os Bajau, também conhecidos como nômades do mar ou ciganos do mar, que são habitantes das ilhas Joló e na península de Zamboaga e, assim como outras tribos próximas, vivem no mar. 

– O Alzheimer não é só genético; depende também da vida que levamos

A tribo vive cercada por água nas Filipinas

Existem classificações diferentes entre os povos: tem os Sama Lipídios, que moram no litoral; o Sama Darat, aqueles que vivem em terra firme e os Sama Dilaut, aqueles que vivem na água e são protagonistas dessa história. Eles constroem suas casas na água e barcos de madeira chamados lepa, que dão a eles um estilo de vida surpreendente, tendo se adaptado perfeitamente ao estilo de vida e às necessidades do mar.

– Modelo faz de sua rara condição genética a força de seu trabalho para desafiar padrões

Durante suas viagens, a Dra. Llardo descobriu que entre os baços dos Dilaut, não são semelhantes aos de outros humanos. Isso a levou a pensar que esse poderia ser o motivo pelo qual a tribo pode mergulhar por tanto tempo e tão fundo. Com a ajuda de uma máquina de ultra-som, Llardo escaneou os corpos de 59 pessoas, descobrindo que seu baço era consideravelmente maior, especificamente até 50% maior do que, por exemplo, outros Bajau que moram em terra.

A genética tem colaborado para a vida do povo debaixo d’água

Para Llardo isso é resultado da seleção natural, que está ajudando a tribo residente na região há milhares de anos, a desenvolver essa vantagem genética. Portanto, eles se concentraram em dois genes importantes: PDE10A e FAM178B.

– Jovem com doença genética rara promove o amor próprio com fotos inspiradoras

O PDE10A está relacionado ao controle da tireoide e suas funções. Embora tenha sido testado apenas em ratos, os pesquisadores sabem que um alto nível desse hormônio faz com que o baço aumente de tamanho. Portanto, acredita-se que esse fenômeno esteja relacionado ao que ocorre entre os Bajau.

As modificações no corpo dos Dilaut podem colaborar com a ciência

O gene FAM178B, por usa vez, influencia o nível de dióxido de carbono no sangue. No caso do Bajau, esse gene deriva do Denisova, um hominídeo que habitou a Terra entre um milhão e 40 mil anos atrás. Aparentemente, tem a ver com o fato de que alguns humanos podem viver em áreas muito altas do planeta. Segundo os pesquisadores, assim como esse gene ajuda a sobreviver em grandes altitudes, também poderia ajudar Bajau a conseguir chegar a tais profundidades.

– Casal cria vídeo emocionante do filho que nasceu com uma desordem genética e teve apenas 10 dias de vida

Então, entender por que os Dilaut são tão raros pode ajudar o resto da humanidade. Especificamente, serviria para tratar a hipóxia aguda, que ocorre quando nossos tecidos não têm oxigênio suficiente e que pode causar a morte. Portanto, se os pesquisadores pudessem encontrar uma maneira de fazer o baço transportar mais oxigênio, as mortes por essa condição seriam bastante reduzidas. Apenas incrível, não é mesmo?

Publicidade

Fotos: Centro de Geogenética da Universidade de Copenhagen


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.