Inspiração

Casal perdido em trilha com cachorro machucado é salvo por escoteiro de 12 anos

08 • 12 • 2021 às 10:49
Atualizada em 28 • 12 • 2021 às 12:55
Adriane Primo
Adriane Primo   Redatora Comunicadora, praieira nascida em Ilhéus, no sul da Bahia, nunca soube fazer outra coisa senão comunicação, em especial aquelas que envolvem arte, cultura e sociedade. Já escreveu para jornal, sites de notícias, atuou (e atua) em assessorias de imprensa, gerenciamento de redes sociais, pesquisa criativa e afins. Pensa, escreve e executa projetos de desenvolvimento social.

Perdidos em uma trilha de caminhada, sem água, sem celular e um cachorro ferido muito pesado para carregar. Esse poderia ser um trágico final para essa família, até que literalmente um escoteiro apareceu. E ela só tinha 12 anos! O caso aconteceu no Havaí

JD, Aimee e o cachorro Smokey  estavam fazendo a trilha Waimanu, em Honolulu, capital do Havaí. Entretanto, depois de se perderem, viram o trajeto de 5 quilômetros se transformar em uma epopeia de quase 12 km. Perdidos, eles viram o dia começar a escurecer e a bateria de seus telefones acabar. Foi quando eles encontraram o pequeno escoteiro David King, de 12 anos, e sua mãe, Christine.

O pequeno escoteiro sugeriu que construíssem uma maca usando dois pedaços de madeira e amarrando como camisetas

O escoteiro contou a história a repórteres locais. “Nós perguntamos ‘Vocês precisam de ajuda?’. Eles disseram que ‘sim’, e mostraram que as patas do cachorro tinham alguns cortes”, disse. 

David estava fazendo a trilha para receber uma honraria por executar uma caminhada de 15 milhas. Ele já havia completado dois terços do trajeto, mas mesmo com o cansaço desse feito, o garoto decidiu ajudar a família perdida.

Primeiro, ele sugeriu que construíssem uma maca usando dois pedaços de madeira  e uma camiseta – uma técnica que David aprendera com seu irmão mais velho, que também era escoteiro. “Foi ideia dele fazer a maca”, disse Christine. “Não achamos que iria funcionar porque não acreditamos que o cachorro aceitaria subir na maca. Smokey ficou feliz, e nós simplesmente o carregamos”, contou a mãe. 

Projeto une caminhada e resgate da cultura e história negra em São Paulo

Depois, eles se reorientaram e encontraram o caminho de volta para o estacionamento de onde partiram, trabalhando juntos para carregar o cachorro Smokey em segurança. Apesar de seus ferimentos, o cão ocasionalmente pulava para dar algum alívio ao caminhantes exaustos.

David e sua mãe Christine ajudaram no salvamento da família

David ainda aproveitou a oportunidade para dizer que quando você estiver em uma caminhada, uma boa maneira de se preparar é imaginar o que pode dar errado e se planejar para isso. 

 

Publicidade

Fotos: Reprodução/KHON 2


Canais Especiais Hypeness