Inspiração

Foco mental: 2 exercícios simples e eficazes de mindfulness para melhorar a concentração

Vitor Paiva - 09/12/2021 | Atualizada em - 13/12/2021

O excesso de estímulos, a necessidade de realizar várias tarefas simultâneas, a velocidade frenética das informações e as infinitas possibilidades de receber tais conteúdos tornam a concentração uma capacidade em ameaça de extinção no mundo de hoje. Uma reportagem do site Na Prática lembra pesquisa recente mostrando que no período entre os anos 2000 e 2015, a concentração média da população caiu de 12 segundos para 8,25 – abaixo da capacidade de um peixe dourado, capaz de se concentrar por cerca de 9 segundos –, e sugere duas técnicas para aprimorar nossa concentração.

homem tentando se concentrar

O excesso de estímulo leva à dificuldade de concentração severa atual

-Diferentes tipos de meditação alteram diferentes partes do cérebro, aponta estudo

As técnicas sugeridas pela matéria são parte da prática conhecida como mindfulness, como uma série de exercícios que visam treinar nossa consciência para redirecionar nossa atenção, principalmente quando estamos desatentos. As práticas ajudam a reduzir nossa capacidade de divagação e treinam nossa concentração, estabelecendo um ponto de atenção, chamado de âncora, e podem ser feitas mesmo durante uma atividade, quando notamos que perdemos o foco por conta de eventuais distrações.

multitasking

Também chamado de multitasking, o hábito de fazer várias coisas ao mesmo tempo prejudica a concentração – e não aumenta a produtividade

-Neurocientista ensina exercícios para treinar o foco mental como treinamos os músculos

A primeira prática é chamada de “Três minutos (ou três passos) de mindfulness”, e consiste em voltar nossa atenção para nosso corpo em três diferentes aspectos. De olhos fechados, inicialmente se deve focar em sensações físicas, ou mesmo sentimentos e pensamentos; depois, o foco vai para movimentos de respiração e também na sensação que a respiração nos provoca. Por fim, nossa atenção deve seguir voltada para nosso corpo, mas incluindo as percepções que o local onde estamos pode nos trazer.

mulher respirando

Concentrar no corpo e na respiração são as bases dos exercícios sugeridos

-Google cria exercício de respiração de 1 minuto para te ajudar a relaxar em sua mesa

O segundo exercício é chamado de “Mindfulness da respiração”, e também coloca o corpo como a “âncora”, mas permitindo que a mente divague como quiser, deixando os pensamentos fluírem, mas mantendo a respiração ritmada. No momento, porém, que perceber a distração e o foco indo para longe do corpo, o exercício propõe que se retorne à âncora, com atenção na respiração, para assim voltar ao corpo como ponto de atenção. Lembrando que os exercícios – que, de acordo com a técnica de mindfulness, ajudam na concentração de modo geral – devem ser feitos regularmente, preferencialmente em posições confortáveis e ambientes silenciosos.

homem meditando

Os exercícios podem ser feitos em qualquer lugar, até mesmo durante tarefas

Publicidade

© fotos: Getty Images


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.