Debate

Influencer Shantal faz relato chocante de violência obstétrica: ‘P***, faz força’; médico nega

Redação Hypeness - 13/12/2021

A modelo e influenciadora Shantal revelou ter sido vítima de violência obstétrica durante seu parto. A fala foi registrada em um áudio vazada com a jovem expondo comentários degradantes de sua intimidade supostamente feitos pelo médico Renato Kalil.

Influenciadora relata xingamentos e quebra de sigilo médico em áudio vazado

Violência obstétrica 

O áudio de cinco minutos relata que ela só percebeu a violência que estava sofrendo após ver os vídeos do parto. “Quando a gente assistia ao vídeo do parto, ele me xinga o trabalho de parto inteiro. Ele fala ‘Porra, faz força. Filha da mãe, ela não faz força direito. Viadinha. Que ódio. Não se mexe, porra’… depois que revi tudo, foi horrível”, disse.

Além disso, Shantal relatou que o médico fez comentários depreciativos sobre suas partes íntimas. “Ele chamou meu marido e falou: ‘Olha aqui, toda arrebentada. Vou ter que dar um monte de pontos na perereca dela’. Ele falava de um jeito como ‘olha aí, onde você faz sexo, tá tudo fodido’. Ele não tinha que fazer isso. Ele nem sabe se eu tenho tamanha intimidade com meu marido”, diz no áudio vazado.

Influenciadora relata quebra de sigilo

Shantal, que tem mais de um milhão de seguidores no Instagram, afirmou que o médico expôs sua intimidade e quebrou o Juramento de Hipócrates. “Ele quebrou o sigilo médico. (…) Descobri que falou da minha vagina para outras pessoas. Tipo ‘Ficou arregaçada, se não tiver episiotomia, você vai ficar igual'”, relatou a moça.

Em nota, a assessoria de imprensa de Shantal reiterou que os áudios tinham o intuito de se manterem privados. “Os vídeos e o áudio foram enviados em um momento de troca, desabafo e compartilhamento com suas amigas, a respeito de maternidade e sobre os suas escolhas de obstetras. A intenção era unicamente dividir sua experiência de forma privada e com pessoas mais próximas”, afirmou o comunicado.

Leia maisCientista, mãe e ativista: Ligia Moreiras fala sobre machismo na ciência e violência obstétrica

O médico Renato Kalil nega as acusações e afirmou que irá tomar medidas judiciais. “A íntegra do vídeo mostra que não há nenhuma irregularidade ou postura inapropriada durante o procedimento. Ataques à sua reputação serão objeto de providências jurídicas, com a análise do vídeo na íntegra. O Dr. Renato Kalil é médico obstreta ginecologista há 36 anos, sendo um dos médicos mais reconhecidos do Brasil. Ao longo de sua carreira, já efetuou mais de 10 mil partos, sem nenhuma reclamação ou incidente”, disse em nota.

A violência médica é comum, em especial, na área da obstetrícia. No Brasil, um a cada quatro mulheres afirmam ter sofrido algum tipo violência obstétrica.

Publicidade

Fotos: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.