Debate

Médico Renato Kalil, alvo de denúncias de violência obstétrica contra Shantal, é acusado de abuso sexual; ele nega

Redação Hypeness - 15/12/2021

Novas denúncias  surgiram contra o ginecologista Renato Kalil nessa semana. Em depoimento ao jornal O Globo, duas mulheres relatam violência obstétrica e sexual perpetradas pelo médico nos anos 1990.

As acusações contra o ginecologista começaram após áudios vazados da influenciadora Shantal denunciarem violência do médico contra ela durante seu parto. Além disso, Shantal também relatou que Kalil fez comentários sobre seus genitais de forma inapropriada para seu marido.

Renato Kalil é denunciado por diversas mulheres por crimes sexuais e por violência obstétrica

Depois dos áudios vazados de Shantal, outros relatos traumáticos foram compartilhados. A jornalista britânica e correspondente do Wall Street Journal no Brasil, Samantha Pearson, contou que também foi vítima de violência obstétrica do médico.

A roteirista Tati Bernardi relatou que se consultou durante sua gravidez com Renato Kalil e disse que o médico fez comentários extremamente machistas.

Denúncias de estupro e importunação sexual

Em entrevista ao jornal O Globo,  Letícia Domingues relata que foi estuprada por Kalil na Santa Casa em outubro de 1991. Ela estava internada com febre e cólicas. “Abri os olhos e ele estava com uma perna na escadinha da cama e a outra apoiada em cima dos meus braços, e com o pênis na minha boca. Ele já tinha ejaculado no meu rosto. Não tinha como gritar, me mexer, estava me sentindo culpada. Minha cama ainda ficava atrás de uma porta. Quem entrasse não me veria. Outros médicos e seus alunos passavam, mas nunca com ele junto. Quando era ele, vinha para me violentar”, contou.

Ela disse que os abusos ocorrem durante três dias. De acordo com seu relato, ela recebeu alta, mas Kalil a chamou para uma nova consulta. Domingues acreditava que os estupros não foram verdadeiros, mas quando chegou ao consultório, o médico estava com o pênis ereto se masturbando. Renato ordenou que ela deitasse e gozou no rosto dela. Ela relata que saiu fugida do consultório e desde então transtornos alimentares, depressão, crise de pânico, entre outros problemas psicológicos.

– Médico que puxou máscara e beijou paciente à força já foi condenado por importunação sexual

Letícia ainda disse que denunciou os abusos que sofreu para um outro médico, que recomendou a ela que não denunciasse Kalil, porque ele era influente e iria ameaçá-la e constrangê-la.

Uma outra denunciante, que preferiu ficar em anonimato, disse ao Globo que Renato Kalil descolou sua placenta com as mãos, em um processo muito doloroso que a deixou com sequelas. “Ele descolou minha placenta com o dedo, para forçar o parto normal. Foi a maior dor que senti na minha vida. Ele me disse que tinha de fazer parto normal, que eu ficaria bem e que no dia seguinte eu estaria chutando bola, andando, caminhando normal e foi totalmente ao contrário. Foi muito ruim”, relatou.

Ela conta posteriormente ao parto, Kalil pediu, em uma consulta, que retirasse a roupa. Ele retirou o pênis ereto para fora da calça e começou a se masturbar. Ela fugiu.

Através de assessoria, o médico nega as diversas acusações de importunação sexual, estupro e violência obstétrica. “O doutor Renato Kalil nega veementemente as acusações, considera absurdas e fantasiosas as histórias e estranha que sejam veiculadas agora, 30 anos depois”, disse.

Publicidade

Fotos: Reprodução/TV Gazeta Foto 1: Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.