Debate

Monitoramento eletrônico de funcionários em casa cresce em empresas: ‘Assustador’

06 • 12 • 2021 às 18:40 Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Com a pandemia do coronavírus, muitas empresas acabaram descobrindo, junto de seus funcionários, os benefícios do home office. O que no início era uma necessidade para manter todos seguros, hoje é um tipo de regime de trabalho que pode permanecer em muitos casos. Mas, como ainda estamos falando de um mundo capitalista, há um lado obscuro que tem atingido os contratados. 

Uma reportagem da BBC denunciou o novo “hábito” das empresas de espionar seus funcionários durante o trabalho de casa, por meio do uso de programas e câmeras instaladas em seus computadores. 

– Home office: tendência global antes da pandemia ganha mais força, aponta pesquisa

A BBC, trabalhadores que definem a espionagem como algo “assustador”

Isso não é exatamente uma novidade. Em 2018, uma pesquisa do Gartner, com 239 grandes corporações, descobriu que mais de 50% delas estavam usando algum tipo de “técnicas de monitoramento não tradicionais”. 

– Home office é ‘aberração’ para milionário dono de banco

A diferença é que hoje os funcionários têm suas atividades monitoradas dentro da própria casa e muito mais do que fazem nos computadores podem ser recolhidos por seus chefes. As empresas têm investido em softwares que mantém as câmeras dos computadores de seus funcionários sempre ligadas e até sensores que notificam quando eles saem da frente do aparelho. Essas tecnologias também ajudam a detectar atividades que não estejam relacionadas ao trabalho exercido. 

E, em muitos casos, a pessoa sequer fica sabendo que está sendo espionada enquanto trabalha em casa – e, quando descobrem, fazem denúncias. No Reino Unido, onde a reportagem foi publicada inicialmente, diversos sindicatos têm pressionado o Gabinete do Comissário de Informação por leis que respeitem a privacidade de trabalhadores. 

– O que é e como atingir o ‘estado de fluxo’ e a ‘zona de produtividade’ no home office

Por enquanto, a resposta foi um “conselho” do órgão para que os empregadores passem a  garantir que os funcionários estejam cientes do monitoramento no trabalho – seja em casa ou no escritório – além de explicar as razões para isso acontecer. 

Publicidade

Canais Especiais Hypeness