Tecnologia

Motorista do Tesla da Imigrantes admite uso de piloto automático, mas nega que tenha dormido

15 • 12 • 2021 às 18:44
Atualizada em 16 • 12 • 2021 às 10:17
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O motorista do Tesla Model 3 flagrado na Rodovia dos Imigrantes de olhos fechados enquanto o carro dirigia em piloto automático negou que estivesse dormindo. O registro foi feito por um outro homem que estava em um carro ao lado na via. 

– Os carros elétricos são o futuro, mas essa história começou há quase 200 anos

Nas imagens, que viralizaram na internet, é possível ver o motorista do Tesla de olhos fechados e com o banco reclinado enquanto o veículo se movimenta automaticamente pela Imigrantes. O vídeo foi gravado na manhã do dia 16 de novembro.

Esse é o futuro. Olha como nosso amigo está dirigindo o carro: dormindo. Olha o Tesla aqui na Imigrantes“, diz a voz da testemunha.

O dono do Tesla é o empresário Rafael Zamarian Leonhardt, de 43 anos. No momento em que as imagens foram registradas, ele estava chegando à São Paulo vindo de Santos, onde mora, com o sistema de Autopilot ligado. É com ele que os veículos da Tesla conseguem navegar automaticamente pelo GPS, realizar mudança automática de pista e parar em sinais de trânsito sem que o motorista precise fazer nada. 

– Ele ficou no banco de trás de carro sem motorista e acabou preso

De fato, o Autopilot estava ligado e o banco reclinado, mas nunca deixei de olhar para a rodovia. Tanto que, pouco antes, eu tinha acenado para o outro veículo, um caminhão guincho, cujo motorista fez o vídeo com o celular. Ele estava acompanhado por uma mulher com criança no colo“, disse o motorista ao “Uol”.

O empresário observou que apesar de ter o sistema automático, esse tipo de carro exige que um humano assuma o controle após determinado espaço de tempo.

Se você mantiver as mãos afastadas do volante, em menos de um minuto começam a pipocar alertas visuais e sonoros, orientando a retomar a condução. Se os avisos forem ignorados, o Autopilot faz com que o veículo comece a reduzir a velocidade até parar no acostamento, se estiver disponível“, completou.

Apesar de bastante tecnológico, o sistema já tem sido associado a acidentes graves de trânsito pelo mundo, especialmente nos EUA. Não há uma regulamentação sobre carros inteligentes, mas há sim a exigência de que os motoristas devem estar o tempo todo alertas. 

 

Publicidade

Fotos: Reprodução/Tesla


Canais Especiais Hypeness