Inovação

Nike compra empresa de sapatos virtuais que produz NFT e tênis para o metaverso

17 • 12 • 2021 às 10:05
Atualizada em 11 • 01 • 2022 às 10:18
Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Gigante na indústria dos tênis e materiais esportivos, a Nike é a maior empresa do mundo no ramo, mas não satisfeita em dominar o mercado na vida real, a companhia estadunidense agora também quer morder uma grande fatia do nascente mercado virtual das NFTs e do metaverso. Para isso, a marca anunciou a compra da RTFKT, empresa que “fabrica” tênis virtuais, especialmente para serem adquiridos no metaverso. “É mais um passo que acelera a transformação digital da Nike e nos permite servir atletas e criadores na interseção entre esporte, criatividade, jogos e cultura”, afirmou John Donahoe, CEO da Nike, em nota.

Um dos tênis desenvolvidos pela RTFKT

Um dos tênis desenvolvidos pela RTFKT

-Vendas da Nike crescem 31% após propaganda com atleta ativista ‘barrado’ na NFL

A negociação foi anunciada pela própria RTFKT pelo Twitter, mas os termos da compra não foram divulgados. Um dos mais célebres produtos já lançados pela marca que agora faz parte da Nike é um tênis colecionável híbrido, NFT e físico, inspirado na famosa coleção de tokens não-fungíveis CryptoPunks. Em março de 2021, a empresa ganhou as manchetes ao vender uma coleção de 600 pares de calçados digitais, criados em parceria com o artista FEWOCiOUS, especializado em NFTs, por 3,1 milhões de dólares em poucos minutos.

-Picasso tem obra original queimada para ser transformada em NFT; veja vídeo

Os tênis digitais da RTFKT podem ser adquiridos utilizando a criptomoeda ethereum e, de acordo com seu site, a empresa, fundada em janeiro de 2020 por Benoit Pagotto, Chris Le and Steven Vasilev, “usa o que há de mais moderno em motores de jogo, NFT, autenticação blockchain e realidade aumentada, combinando isso com experiência em fabricação, para criar tênis e artefatos digitais únicos”. A startup, portanto, vem se destacando na expansão dos limites entre o real e o digital e, segundo Pagotto, divide com a Nike a paixão pela inovação, criatividade e o espírito comunitário.

A compra sinaliza uma tendência do mercado aos produtos digitais

A compra sinaliza uma tendência do mercado aos produtos digitais

-Artista coloca seus óvulos à venda como NFT na Art Basel

A compra, portanto, pode acelerar ainda mais o já aquecido mercado digital atual, e incendiar uma tendência entre outras gigantes do mundo físico: o investimento cada vez maior nos mercados e produtos digitais. “Estamos adquirindo uma equipe de criadores muito talentosa, com uma marca autêntica e conectada. Nosso plano é investir na marca RTFKT, servir e aumentar sua comunidade inovadora e criativa e estender a pegada digital e as capacidades da Nike”, afirmou Donahoe. Após o anúncio, uma postagem posicionou o logotipo de trovão da RTFKT ao lado de marcas como do Air Jordan, da Converse e da própria Nike, sacramentando, no real e no virtual, a aquisição.

A reunião dos logos que anunciou a aquisição pela Nike

A reunião dos logos que anunciou a aquisição pela Nike

Publicidade

© fotos: RTFKT/Divulgação


Canais Especiais Hypeness