Debate

Peru não é da Turquia nem do Peru: a curiosa história da ave que ninguém quer assumir

07 • 12 • 2021 às 19:26
Atualizada em 10 • 12 • 2021 às 09:27
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

A ave peru é um sucesso nas ceias de Natal ao redor do mundo todo, mas seu nome causa muita confusão. No Brasil, ganha o mesmo nome do país vizinho, o Peru. Nos EUA, chamam por um sinônimo de Turquia: ‘turkey’ é tanto o nome do país no Oriente quanto o nome da ave. Mas, na Turquia, ele não é símbolo nacional e nem referência ao país latino-americano. Vamos entender um pouco da origem dos diversos nomes do Peru?

Peru: origem do nome da ave é confusa

No Havaí, na Croácia e nos países lusófonos costumamos chamar o animal pelo nome do país. Entretanto, não existem muitos perus por lá e na época da invasão espanhola ao país também não era comum encontrar a ave por lá. De qualquer maneira, o nome ficou.

Na Turquia, na França, em Israel, na França, na Catalunha, na Polônia e na Rússia, o animal é comumente chamado de “galinha da índia” ou “galinha indiana”, em diversas variações. Todas indicam que a ave teria vindo, na verdade, do subcontinente indiano.

Já na Índia, o nome do animal é “turki” ou “turco”. A Grécia decidiu chamar a ave de ‘galinha francesa’. Os árabes chamam o peru de ‘galinha romana’, e, especificamente na região da Palestina, o bicho é chamado de ‘galinha etíope’ e, na Malásia, o nome é ‘galinha holandesa’. Na Holanda, ela é a ‘galinha indiana’. Sim, é uma grande ciranda onde todo mundo entrega o peru na mão do outro.

– Popular entre a nobreza renascentista, a braguilha é uma peça que revela muito sobre a masculinidade 

E a grande verdade é que todos os países atribuem a nacionalidade “errada” ao Peru. A ave é habitual da América do Norte e era comum na alimentação dos povos nativos da região desde os tempos anteriores à colonização, sendo extremamente comum, por exemplo, no Império Azteca. Naquela época, a carne dos animais era comum nos támales comercializados no centro de Tenochtitlán, capital do reinado.

O nome “Turkey” dado pelos estadunidenses ocorreu porque eles associaram a ave a um outro pássaro comestível chamado de ‘turkey-cock’, cujo nome assim foi dado porque os comerciantes turcos vendiam essa carne na Inglaterra. Mas são nomes diferentes. O Peru é um enigma e a ‘Galinha da Índia’ dos países da Europa também tem origem difusa.

 

Publicidade

Fotos: Creative Commons


Canais Especiais Hypeness