Debate

Piloto de avião que caiu em Ubatuba recebeu orientação para pouso de Boeing da Gol, diz pai

01 • 12 • 2021 às 16:31
Atualizada em 06 • 12 • 2021 às 10:48
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

O Hypeness noticiou na semana passada que um avião bimotor caiu na costa entre Ubatuba (SP) e Paraty (RJ). Após sete dias de buscas, novas informações sobre a queda – como a participação de uma piloto mulher da Gol que orientou o pouso forçado da pequena aeronave – foram reveladas ao público.

Segundo um relato do pai de José Porfírio de Brito Júnior, de 20 anos, uma comandante de um voo da Gol que passava próximo ao avião que já estava em pane aconselhou o piloto Gustavo Calçado Carneiro no pouso forçado, indicando práticas de segurança para tentar evitar danos.

Banco da aeronave foi encontrado por pai de copiloto que sobrevoou região para encontrar seu filho

Queda de avião perto de Ubatuba 

O pai do copiloto, que ainda está desaparecido, contou ao jornal O Globo que o bimotor se comunicou com o Boeing da Gol por meio de um canal de rádio especial para aeronaves próximas.

“O que ele me relatou é que, como a aeronave estava em pane, tem um canal que eles pedem socorro para aeronaves que estão próximas, eles conseguiram um contato com um Boeing e o piloto dessa aeronave deu todas as dicas. Teria dito para mirar na costa. No relato do piloto da aeronave ele disse que o primeiro e o segundo motor pararam. O piloto do Boeing orientou que ele seguisse para a costa e destravasse as portas. Porque num contato com a água elas poderiam travar. Aí, o Boeing já acionou o Serviço Salvaero. Como o pai é piloto, ele partiu para lá e encontrou o acento e miudezas”, explicou.

– Avião da 2ª Guerra pousa no mar depois de sofrer pane

Ana Regina Agostinho ao lado do filho, o copiloto José Porfírio

A Gol confirmou que enviará a gravação da conversa entre os aviões para o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), a fim de esclarecer o que ocorreu.

José Porfírio sobrevoou a região para encontrar o seu filho e outros pedaços do bimotor que caiu no mar. As buscas localizaram um banco e o corpo do piloto da aeronave, Gustavo Calçado Carneiro, que foi cremado no Rio de Janeiro. O corpo de José Porfírio de Brito Júnior, o copiloto, ainda não foi localizado. Uma mochila também foi encontrada pela Marinha e entregue à mãe de Gustavo.

– Piloto que caiu de avião aprendeu a comer com macacos e foi resgatado por casal de irmãos 

Segundo o pai do copiloto, a falha da aeronave pode ter sido causada pelo combustível. “Acredito que a pane foi por conta de combustível. Acredito que ele estava batizado e ou que tenham feito uma má mistura no combustível. Tinha muito combustível no local [da queda]”, completou.

Publicidade

Fotos: Reprodução


Canais Especiais Hypeness