Sustentabilidade

Triste foto de girafas mortas dá a dimensão da seca no Quênia, que ameaça animais e milhões de pessoas

Vitor Paiva - 17/12/2021 | Atualizada em - 21/12/2021

O intenso período de seca que assola atualmente o Quênia vem ameaçando a vida de milhões de pessoas no país localizado no lado oriental do continente africano como uma tragédia humanitária e ecológica em potencial: a dimensão dramática da estiagem pode ser medida pela triste imagem de seis girafas mortas sobre o solo seco de um santuário local. A foto foi tirada no Sabuli Wildlife Conservancy, uma área de conservação localizada em Wajir, e mostra as girafas, já sem vida, após terem tentado saciar a sede em um resto de lama que havia no local.

girafas mortas de sede no Quênia

A terrível foto mostra os animais mortos, depois de atolarem na lama atrás de água no Quênia

-Ele dirige horas diariamente para levar água aos animais silvestres que sofrem com a seca no Quênia

Os animais mortos foram removidos, a fim de evitar possíveis contaminações do pouco que resta de água na área. Estima-se que a região norte do Quênia, onde fica Wajir, tenha recebido menos de 30% das chuvas normalmente esperadas desde setembro para o período, causando a seca e provocando um forte impacto sobre a vida selvagem e as comunidades que vivem por lá. Consta que as atividades das fazendas da região impediram que animais como as girafas tivessem acesso às águas dos rios, agravando a já terrível situação.

girafas mortas de sede no Quênia

Um funcionário do parque observando os animais mortos

-Girafas são resgatadas antes de ilha no Quênia desaparecer

As fotos foram tiradas no último dia 10 de dezembro, mas especialistas afirmam que mais de 4 mil girafas estão ameaçadas pela seca no país, que vive quadro de verdadeira calamidade. Segundo a ONU, mais de 2,9 milhões de pessoas carecem desesperadamente de ajuda humanitária no Quênia por conta da seca e da fome, principalmente ao norte, enquanto outras partes do país enfrentam os efeitos de uma das piores temporadas de chuva já registradas.

girafas mortas de sede no Quênia

Mais de 4 mil girafas e 2,9 milhões de pessoas estão ameaçadas pela seca e a fome no país

-Nordeste abriga deserto do tamanho da Inglaterra criado pela destruição da Caatinga

As girafas fotografadas ficaram presas na lama do pouco que restava do reservatório na área de conservação. A situação é tão severa que as fazendas podem perder mais de 70% de toda a produção, e não há previsão de melhorias consideráveis até o meio de 2022 em toda a região do chifre africano, onde fica o país. O presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta, declarou em setembro a seca como situação de desastre nacional.

Publicidade

© fotos: Ed Ram/Getty Images


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.