Tecnologia

Blackberry: detalhes de geração oficialmente extinta que encantou jornalistas e políticos

11 • 01 • 2022 às 10:48 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Uma das marcas pioneiras no surgimento e desenvolvimento dos smartphones, no início dos anos 2000, a BlackBerry anunciou recentemente fim de suas atividades. Se hoje o mercado de desenvolvimento e venda de smartphones é dividido principalmente entre o iPhone e o Galaxy, quando o aparelho da Apple foi primeiro lançado, em janeiro de 2007, a disputa pela vanguarda tecnológica, o pioneirismo e a própria liderança de vendas era com uma marca: a BlackBerry.

Criada no Canadá e focada no mercado corporativo e no ambiente governamental, o tipo de aparelho tinha o diferencial de trazer um teclado físico e um sistema de comunicação especialmente seguro, e ajudou a desbravar o então nascente universo dos smartphones.

Blackberry

O Blackberry foi pioneiro no mercado de smartphones

-Nokia brilha no Top 10 de celulares mais vendidos de todos os tempos

Adeus, Blackberry!

Segundo o anúncio do encerramento das atividades, os aparelhos da empresa começaram a deixar de funcionar no último dia 04 de janeiro. “A partir desta data, os dispositivos que executam estes serviços e software herdados através de uma operadora ou de conexões Wi-Fi deixarão de funcionar de forma confiável, inclusive para dados, telefonemas, SMS e a funcionalidade 911 (emergência)”, afirmou o comunicado.

Os smartphones deixarão de ter suporte técnico ou atualizações futuras, e atividades como chamadas de voz, envio de mensagens e navegação na internet, entre outras, com impacto ainda maior sobre os aparelhos que utilizam sistema BlackBerry OS nas versões 7.1 e 10.

Blackberry

O aparelho era caracterizado principalmente pelo teclado físico

-Apple e Samsung são multadas por programar a ‘morte’ de seu smartphone; entenda

O primeiro BlackBerry foi lançando em 1999 com conexão 2G como uma espécie de misto entre um telefone e um pager e, à época, o uso do teclado físico prometia maior facilidade para a redação de mensagens, e-mails e posts.

O aparelho foi o primeiro a introduzir o uso de mensagens privadas encriptadas: a garantia de um sistema seguro fez com que o BlackBerry se popularizasse entre empresários, políticos, celebridades, jornalistas e lideranças internacionais – com o surgimento principalmente do iPhone, porém, aos poucos o modelo foi sendo posto em ostracismo.

Blackberry

Diversos modelos se aproximavam de tablets

-Nokia revive jogo da cobrinha em novo celular vendido por R$ 169

A partir de 2013, a empresa começou a focar no desenvolvimento de softwares seguros, e a abrir mão do disputado mercado de telefones e aparelhos propriamente.

“Nós agradecemos aos nossos muitos consumidores fiéis e parceiros ao longo dos anos, e convidamos vocês a conhecer mais sobre como a BlackBerry oferece soluções inteligentes para segurança de softwares e serviços para empresas e governos por todo o mundo”, diz o comunicado. Segundo a nota, os modelos que utilizam o sistema Android, da Google, incluindo o KEY2, lançado em 2018, ainda não serão afetados.

O ex-presidente Barack Obama com seu Blackberry preso ao cinto

O ex-presidente Barack Obama com seu Blackberry preso ao cinto

Publicidade

© fotos: Wikimedia Commons


Canais Especiais Hypeness