Debate

Criança vacinada contra covid dá depoimento emocionante sobre egoísmo de adultos na pandemia: ‘Não pensem só em vocês’

Redação Hypeness - 18/01/2022 às 13:46 | Atualizada em 18/01/2022 às 14:16

O depoimento de Olga Damas, uma criança de 10 anos, é uma das coisas mais emocionantes que você vai ver hoje. Ela havia acabado de se imunizar contra a covid-19 e fez uma declaração em lágrimas pedindo para que as pessoas se vacinem e vacinem seus filhos.

Criança de 10 anos se mostrou muito mais capaz de entender a importância da vacinação do que Ministro da Saúde e Presidente da República

Olga estava se vacinando junto das outras crianças com comorbidades de 5 a 11 anos que ganharam prioridade na fila de imunização.

Em depoimento ao programa ‘Meio Dia’, da RPC, afiliada da Globo no Paraná, ela disse emocionada que poderia finalmente voltar à escola. “Nesses últimos dois anos eu não voltei para escola, nem quando tinha voltado o presencial. Nesses últimos anos, eu fiquei muito sozinha. Eu não tinha amigos. Agora, eu sei que quando eu tomar a segunda dose, eu vou voltar para escola, vou fazer amigos e vou ser mais feliz”, disse Olga, em lágrimas.

– Covid: como não vacinados são tratados mundo afora

“Por favor, se vacinem! Não pensem só em vocês. Pense em todas as crianças que estão em todo o mundo, porque elas precisam da ajuda de vocês. Se vocês não se vacinarem, nós vamos sofrer mais do que vocês. Por favor”, completou.

Veja o vídeo:

Governo causa pânico e confusão com vacinação de crianças

Desde o momento em que a Anvisa autorizou o uso do imunizante Corminaty da Pfizer em crianças, o ministro da Saúde Marcelo Queiroga agiu de forma incisiva para tentar barrar a imunização de crianças. O Brasil é o segundo país com mais mortes infantis por covid-19 no planeta: foram mais de 800 crianças brasileiras mortas por conta da pandemia.

Ainda assim, o chefe da pasta declarou que a vacinação “não era urgente” e também tentou implantar a necessidade de “prescrição médica” para vacina, algo que nunca foi feito na história do Brasil e tinha como único fim dificultar o acesso das crianças ao imunizante.

Marcelo Queiroga trabalhou ativamente para dificultar a imunização de crianças

Ontem, Queiroga afirmou que 4 mil pessoas morreram no Brasil por eventos adversos da vacina. Entretanto, só existem 11 casos notificados de mortes relacionadas ao imunizante. Em comparação, caso tenham esquecido, mais de 600 mil brasileiros perderam a vida para a covid-19 entre 2020 e 2022.

Vale lembrar que no inciso VIII do artigo 201 do Estatuto da Criança e do Adolescente, a vacinação é qualificada como um direito da criança e o Ministério Público pode agir contra pais que se recusarem a imunizar seus filhos.

Após muita pressão das autoridades de saúde dos estados, a vacinação contra a covid-19 chegou às crianças e, como disse Olga, finalmente, muitas delas poderão voltar a ser felizes novamente.

Confira imagens da vacinação ao redor do Brasil:

Leia também: Lucas, de 12 anos, chora ao tomar a vacina contra a covid: ‘Perdi minha avó para doença’

Publicidade

Fotos: Reprodução/TV Globo Foto 2: Ministério da Saúde


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness