Inspiração

Homem mais alto do Brasil irá colocar prótese para substituir perna amputada

Vitor Paiva - 14/01/2022

Conhecido como Ninão ou Gigante Ninão, o paraibano Joeilson Fernandes da Silva é o homem mais alto do Brasil. Medindo 2,37 metros de altura e pesando 193 quilos, no final de 2021, Joeilson teve de amputar sua perna direita por conta de uma doença infecciosa óssea chamada osteomielite, causada por bactérias, microbactérias ou fungos.

A boa notícia é que o Gigante Ninão já passou pelas primeiras avaliações físicas e irá em breve iniciar as sessões de fisioterapia, que irão preparar o corpo para receber a prótese que substituirá o membro amputado.

Segundo homem mais alto do mundo, Joeilson é conhecido como Gigante Ninão

-Fotos raras mostram vida do homem mais alto que já viveu na Terra

A história de Ninão

Ninão vive em Assunção, cidade no sertão do estado da Paraíba, e é atualmente o segundo homem vivo mais alto do mundo, perdendo por 14 centímetros para o turco Sultan Kosen, que mede 2,51 metros.

Seu tratamento, porém, será realizado em Campina Grande, segundo maior município do estado, que obrigará o paraibano a viajar cerca de 100 km para participar de cada uma das duas sessões semanais de fisioterapia que passarão a ser realizada. O tratamento de Ninão teve início no último dia 11, e a estimativa é que, entre a preparação, adaptação e a alta, o processo irá durar cerca de cinco meses.

o paraibano Joeilson Fernandes da Silva

Ninão há cinco anos teve de recorrer a uma cadeira de rodas

-A forma como este homem encarou a necessidade de amputar a perna é uma verdadeira lição de vida

Segundo relatou, a prótese que irá usar, e que permitirá que ele volte a andar, está em processo de fabricação na Alemanha, e foi doada por um morador de João Pessoa.

O homem mais alto do Brasil deixou de poder andar há cerca de cinco anos por conta da doença, e vinha utilizando uma cadeira de rodas para se locomover. Os efeitos da infecção impediram Joeilson de trabalhar nos últimos anos: na juventude, trabalhava em uma mina de caulim e, já adulto, trabalhava em comerciais e eventos por todo o país até os primeiros efeitos da osteomielite impedirem sua locomoção.

o paraibano Joeilson Fernandes da Silva

O tratamento de Ninão deve durar cerca de 5 meses

-Perna biônica high-tech ajuda pacientes em fisioterapia e dispensa o uso de muletas

Vivendo com a esposa em uma casa adaptada para seu tamanho doada pelo governo da Paraíba, atualmente ele vive com cerca de um salário-mínimo, de um benefício, dos trabalhos de decoração de sua esposa, e da ajuda de amigos.

Antes da doação da prótese acontecer, Ninão havia iniciado uma campanha de financiamento coletivo na internet, para permitir a compra da prótese: após a doação confirmada, os valores arrecadados serão utilizados para cobrir os cuidados após a cirurgia, consultas, medicamentos e outras necessidades médicas. “Quero agradecer mais uma vez a todos que abraçaram essa causa pra tentar me ajudar de alguma forma. Minha palavra de hoje, pra todos vocês, é de muita gratidão”, afirmou.

Ninão ao lado de sua esposa, Evem Medeiros, que mede 1,52m

Ninão ao lado de sua esposa, Evem Medeiros, que mede 1,52m

Publicidade

© fotos: Ninão/Arquivo Pessoal


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, Vitor Paiva é doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores, publica artigos, ensaios e reportagens.

Notice: date_default_timezone_set(): Timezone ID 'UTC-3' is invalid in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/part/home/brand-channel.php on line 29

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.