Diversidade

Linn da Quebrada é trans ou travesti? Explicamos identidade de gênero da artista e ‘BBB’

Redação Hypeness - 17/01/2022 às 13:45 | Atualizada em 24/03/2022 às 13:43

Nesta sexta-feira (14), a Globo anunciou que a multiartista Linn da Quebrada participará do “BBB”. Para noticiar a chegada dela à ‘casa mais vigiada do Brasil’, os veículos de mídia afirmam que a cantora e atriz é uma mulher transEntretanto, Linn se denomina travesti. Mas o que isso significa? Quais são as diferenças entre esses termos?

Linn da Quebrada: mulher trans ou travesti?

Linn da Quebrada foi declarada por veículos como UOL e Gshow como a “segunda mulher trans da história do BBB”. Entretanto, observando o histórico de declarações da artista, ela não se identifica como mulher trans, mesmo sendo tratada por pronomes femininos.

A travesti Linn da Quebrada se vacina contra a covid-19

Linn se entende como travesti. Mas qual é a diferença entre esse termo e mulher trans?

Mulher trans é um termo utilizado por pessoas trans que se identifiquem como mulheres dentro do espectro binário de gênero (homem-mulher).

O termo travesti se refere à pessoas trans que estão no campo feminino da identidade de gênero. Entretanto, a pessoa travesti não necessariamente se identifica como uma mulher. É um termo que escapa ao espectro binário de gênero.

A palava travesti é anterior ao termo mulher trans e só existe nos países da América Latina. “Travesti” é um verbete que foi estigmatizado, associado à marginalidade e à prostituição. A adoção da identidade travesti é também uma decisão política, questionando a marginalização, valorizando a história de travestis do passado e mostrando que elas podem alcançar o topo, mesmo estando fora do âmbito binário da identidade de gênero.

Em março de 2021, Linn reforçou que sua identidade de gênero não se encaixa no padrão binário. “Me sinto livre para não ser nem homem nem mulher. Se aos 30 anos eu venho me perguntando quem sou eu, agora não tenho dúvida: eu sou travesti, tenho peito, tenho pau… É muito chique. Sou binária dentro da minha feminilidade”, disse.

Portanto, Linn da Quebrada é trans porque não se identifica com o gênero ao qual foi designada ao nascer, é travesti porque se enquadra no campo da feminilidade das identidades de gênero, mas não é mulher trans porque não se identifica como tal.

Linn da Quebrada – história

Linn da Quebradanome artístico de Lina Pereira dos Santos, é uma multiartista brasileira que irá ingressar no BBB 22.

Linn se tornou notória após o documentário ‘Bixa Travesty’ (2018), que conta sua trajetória de vida, ganhar o Teddy Awards de Melhor Documentário no Festival Internacional de Berlim. Em 2017, seu álbum ‘Pajubá’ também havia ganhado notoriedade nas paradas.

Linn da Quebrada canta, atua, apresenta e dirige; é uma artista completa

Depois disso, Linn entrou na televisão. Ela comanda junto de Jup do Bairro o programa de entrevistas ‘Transmissão’, no ar desde 2019 no Canal Brasil. Nesse ano, ela também fez sua estreia na teledramaturgia, vivendo a travesti Natasha na série ‘Segunda Chamada’. Também atuou em ‘Manhãs de Setembro’, do Prime Video, junto de sua amiga Liniker, com quem já dividiu aluguel e muitas histórias.

Em 2021, Linn lançou ‘Trava Línguas’, um dos melhores álbuns do ano passado. O disco foi aclamado pela crítica por sua produção comandada pela dj Badsista, e pelas letras incríveis que abordam temas íntimos de forma bela e intensa. Em setembro, ocorreu a estreia de Trava Línguas – Quem Soul Eu, primeira obra em que a atual ‘BBB’ assina como diretora de cinema.

Em 2022, Linn anunciou a mudança em seu nome de registro, que é Lina Pereira dos Santos. Ela também relatou que se reencontrou com seu pai, após anos de afastamento.

“Com vocês, Lina e Lino. Frente a frente. Depois de muitos e muitos anos, mais do que eu consiga me lembrar, finalmente nos conhecemos. 2022 começou realmente com tudo. Feliz ano todo para nós desatarmos”, celebrou Linn nas redes sociais.

Lino brincou. “Ainda não entendi, até hoje, como você se transformou de água para o vinho.” Linn responde: “Esse é o mistério. Te amo, pai”.

Transgêneros no ‘BBB’

Com o anúncio de Linn da Quebrada no BBB 22, ela se torna a segunda pessoa trans – a primeira a se identificar como travesti – a participar do programa. Em 2011, Ariadna, que é mulher trans, participou do Big Brother Brasil. Entretanto, sua transgeneridade só foi revelada em seu anúncio de despedida da casa. Ela foi a primeira eliminada no reality daquele ano.

Ariadna foi primeira mulher trans da história do BBB

O BBB ainda conta com problemas de representação LGBTQIA+ graves. O primeiro affair entre dois homens foi ocorrer apenas em 2021, com o beijo de Lucas Penteado e Gil do Vigor nas primeiras semanas do reality show. Em 2014, ocorreu o primeiro beijo lésbico da casa, entre as participantes Clara e Vanessa.

Quem sabe, em 2022, possamos ver uma travesti com R$ 1,5 milhão no bolso. “Estou indo para ganhar mesmo, sinto que é possível. Ouço o Tadeu falando o discurso final. Mas até ganhar tem uma trajetória… Será a experiencia mais icônica da minha vida. Vou me dar muito bem nas provas. Eu gosto de disputar”, disse Linn em sua apresentação ao BBB.

Publicidade

Fotos:  Reprodução/Instagram


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness