Arte

Marina Sena e Illy, Mostra de Tiradentes, delícias de verão e 13 dicas para deixar seu dia quente

Gabriela Rassy - 19/01/2022 às 08:43 | Atualizada em 19/01/2022 às 18:19

Agenda Hype da semana no ar com aqueles destaques para fazer sua semana mais “quente e colorida”. Esse aliás é o nome do novo single de Marina Sena com Illy, antecipando o novo álbum da cantora baiana. Nos lançamentos vale ficar de olho no disco de Josy.Anne, “Mozamba”, além do “Temas para tempos de guerra”, vinil do Conde Favela Sexteto que acaba de sair.

Semana quente também para os amantes do cinema. A Mostra de Cinema de Tiradentes chega a sua 25ª edição com 169 produções e a decisão de manter a programação 100% online e gratuita. Está em cartaz no Sesc Digital a Mostra Sesc de Cinema Paulista, com filmes produzidos no Estado de SP.

Na ala gastronômica, menus de verão, sobremesas geladas e muita refrescância com as criações do Manga, de Salvador, do vegetariano Restaurante 31, e com as criações do Chou, ambos em SP.

Vem na minha e já dá o play nos lançamentos 😉

#presencial

Morgana Moreno & Marcelo Rosário
Teatro Castro Alves
Quinta, 20/1, às 20h
R$40 (inteira) pelo www.sympla.com.br
A dupla apresenta o show de lançamento para ‘Nascente’, o segundo e recém-divulgado álbum da dupla. O evento, com participação de Armandinho Macêdo, está programado para acontecer às 20h, abrindo a temporada de espetáculos na Sala do Coro do Teatro Castro Alves, em Salvador. Com formação intimista, guiada pela flauta e violão, os instrumentistas revezam o papel de solista e acompanhador, dialogando todo o tempo por meio dos arranjos e das improvisações.

Conde Favela Sexteto: Temas Para Tempos de Guerra
Sesc Belenzinho
Domingo, 23/01, às 18h
R$20 (credencial plena e meia entrada); R$40 (inteira)
A apresentação marca o lançamento em vinil do álbum de estreia do grupo, “Temas para tempos de guerra”, em parceria com os selos Made in Quebrada Discos e Pindorama Discos. Formado em 2009 no ABC Paulista com o objetivo de resgatar temas de jazz e sambajazz e aprimorar a linguagem jazzística, improvisação e exploração instrumental, o Conde Favela Sexteto traz no nome o orgulho das suas origens. Alguns dos movimentos mais inovadores dentro do jazz – o bebop, o hardbop e o freejazz – inspiram os temas autorais onde se sobressaem as diferentes personalidades dos integrantes: Alex Dias (baixo acústico), Diego Estevam (guitarra), Harleyburu (sax tenor), Edson Ikê (trompete), Mabu Reis (trombone) e Rafael Cab (bateria).

#música

Illy e Marina Sena | Quente e Colorido
O encontro pop entre Illy e Marina Sena rendeu bons frutos. Tropical, sensual e cheio de chamego, o single chega com a cara do verão (ainda que este esteja menos quente e colorido que os últimos). A faixa deve fazer parte do próximo álbum de Illy, que está para sair do forno.

Josy.Anne | Mozamba
Revestido de autenticidade sonora e respeito à ancestralidade, Josy.Anne lança o álbum “Mozamba”. O novo trabalho da cantora, atriz e diretora musical mineira estará disponível nas plataformas digitais em 20 de janeiro e conta com a participação de Babadan Banda de Rua, Júlia Tizumba e o mestre Maurício Tizumba. A voz e o tambor mineiro regem a dramaturgia rítmica das canções, enquanto a percussão e beats eletrônicos se fundem a timbres de piano, violão e guitarra, formando um universo mântrico de tecnologias ancestrais.

Pri Lacerda | Capricorniana
A artista paranaense abre caminho para as renovações, celebra o presente e a vida neste seu primeiro single em português . O colorido da canção bem-humorada é acompanhado por um clipe animado e anuncia a nova fase da cantora e compositora. A nova série de lançamentos de Pri Lacerda ganha um pontapé inicial igualmente inventivo com um clipe assinado por Izabella Francheschi e Rosano Mauro Jr repleto de cores e texturas, com direção de arte e animação de Nathalia Okimoto

Tofallini | Passa e Fica
Para começar o ano no maior astral, nada melhor do que escolher uma boa música. A dica é conhecer “Passa e Fica” da baiana Tofallini, o primeiro lançamento do ano do selo feirense Banana Atômica. O single nasceu de uma versão acústica trazendo influências do R&B, mas depois de ganhar o concurso “Deep Leaks Te Produz” em 2021, “Passa e Fica” se tornou uma parceria com o duo formado por Juliano Parreira e Gustavo Koshikumo, da banda paulista ATR, ganhando o novo status com a pegada pop baiana e influências do trap. O single é um encerramento dessa primeira fase da carreira da artista, que agora se prepara para fazer o seu primeiro EP em parceria com o produtor musical Paulo Silveira.

Bruna Mandz | Estrela
No dia do compositor, 15 de janeiro, Bruna Mandz estreia o terceiro single do álbum inédito Impulso, faz uma homenagem aos elementos naturais e ao mesmo tempo a uma pessoa importante para ela. Celebrando a vida com pitadas de reggae, a cantora, compositora e violonista, natural de Maricá (RJ) mostra toda sua ligação às energias do universo.

Banana Scrait | Berimbau
O duo cearense Banana Scrait segue reinventando sua sonoridade em seu novo projeto: o EP “Eletro Bossa Nova”. Após reimaginar clássicos da música nacional – “Água de Beber” e “Dindi”, de Tom Jobim, e “Manhã de Carnaval”, de Luiz Bonfá -, agora o casal se volta para o afro samba de Baden Powell e Vinicius de Moraes ao recriar “Berimbau”. O EP com essas e outras faixas será lançado em fevereiro em todas as plataformas de música.

Germana Guilherme | Minha Vez
A cantora, compositora, atriz e diretora cearense, radicada no Rio, vem com toda a força, coragem e coração aberto, para se jogar de vez no mundo do POP. Aos 56 anos, Germana lança seu primeiro videoclipe, que reflete essas vivências e traz a representação de um ritual que simboliza as ferramentas de conexão e de cura da artista.

#cinema

25ª Mostra de Cinema de Tiradentes
21 a 29 de janeiro de 2022
Grátis e online pela plataforma www.mostratiradentes.com.br

Maior evento do cinema brasileiro contemporâneo em formação, reflexão, exibição e difusão realizado no país. A Mostra de Cinema de Tiradentes chega a sua 25ª edição com 169 produções em pré-estreias e mostras temáticas. Ao todo são sendo 64 longas, 3 médias e 102 curtas-metragens. Destaque para “Os Primeiros Soldados”, de Rodrigo de Oliveira, vencedor do Prêmio do Júri Jovem e Prêmio do Público no 70º International Film Festival Mannheim-Heidelberg e do Prêmio Especial do Júri para a atriz Renata Carvalho. O longa-metragem concorre no evento pela Mostra Olhos Livres. Vale também assistir “Bem-Vindos de Novo”, de Marcos Yoshi, é um documentário autobiográfico que, se valendo da força dos arquivos pessoais e de filmes de família em VHS, vai mergulhar na história familiar do próprio diretor, uma que está atrelada a percursos de migração entre o Brasil e o Japão, na Mostra Aurea.

Mostra Sesc de Cinema Paulista
13 a 26 de janeiro
Grátis e online
A mostra apresenta uma seleção de filmes recentes, produzidos no Estado de São Paulo, que ficaram de fora do circuito comercial, com exibição on-line gratuita na plataforma Sesc Digital. Entre as produções selecionadas nesta edição do evento, estão ficções e documentários que abordam temas como identidade de gênero e diversidade sexual, protagonismo feminino, desigualdades sociais, resistências políticas frente às opressões socioeconômicas, crimes ambientais e os desafios para superar as injustiças sociais intensificadas durante a pandemia do Covid-19. Alguns filmes, ainda, trazer homenagens a personagens importantes da cultura brasileira, como o maestro, professor, musicólogo e compositor José Siqueira de Lima, a escritora Adelaide Carraro, umas das mais lidas no Brasil durante os anos 1960 e 1970, e o bailarino e coreógrafo Marcos Abranches. Destaque ainda para o longa “Ode ao Choro”, onde a diretora Cecilia Engels aborda o luto e o trauma de perder uma amiga na tragédia de Brumadinho.

Um Giro Pelo Mundo – Navegando Pelo Cinema Infantil
CCBB São Paulo
12 a 25 de janeiro
Grátis
Os filmes selecionados para Um Giro Pelo Mundo – Navegando Pelo Cinema Infantil promovem uma viagem por novas culturas e uma aproximação enriquecedora entre as crianças e adolescentes brasileiros e de outros países. Com longas e curtas, live actions e animações, de dez países, o festival traz um panorama da produção contemporânea voltada ao público infantojuvenil. Gana, por exemplo, participa com “Kwaku Ananse”, um curta de Akosua Adoma Awusu, que combina realismo e fantasia. Da Índia, será exibida, entre outros, a premiada animação “A pescadora e seu Tuk Tuk”, de Suresh Eriyat, sobre uma mulher que encontra uma pérola dentro de um peixe.

Eduardo e Mônica
O longa-metragem entra em cartaz em cerca de 500 salas de cinema do Brasil a partir desta quinta-feira, 20 de janeiro. A comédia romântica inspirada nos populares personagens criados por Renato Russo marca a reedição da parceria entre o diretor René Sampaio e a produtora Bianca De Felippes, responsáveis também por “Faroeste Caboclo” (2013). Com Alice Braga e Gabriel Leone nos papéis-título, o longa-metragem percorreu renomados festivais internacionais, como os de Miami e Edmonton, onde conquistou em 2020 o prêmio de Melhor Filme.

#literatura

Vozes femininas – Não eu, Passos, Cadência, de Samuel Beckett
O lançamento da Coleção Dramaturgia, da editora Cobogó, reúne três peças de Samuel Beckett que compõem a obra tardia deste que é um dos mais importantes dramaturgos do século XX. Em meio a experimentações de linguagem, as peças compartilham o eixo comum do protagonismo feminino. Boca, em Não eu, é vítima de vozes que não consegue aquietar; May, em Passos, tem sua existência recoberta pela indefinição entre vida e morte, imaginação e memória; e M., em Cadência, enfrenta de maneira solitária, mas decidida, uma vida residual. A tradução é do diretor, dramaturgo, tradutor e pesquisador teatral Fábio Ferreira.

#visuais

Barroco Sertanejo, de Stenio Burgos
Caixa Cultural SP
5 de janeiro até 3 de Abril
Terça a domingo, das 10 às 18h
Grátis

Com curadoria de Denise Mattar, a exposição apresenta imagens, poemas e textos, criando uma visão caleidoscópica do pensamento e do percurso do artista, assim como a ressonância de seu trabalho junto ao circuito de arte. Itinerância prevista para as unidades da Caixa Cultural de Salvador, Recife e Fortaleza.

#cênicas

Prazer, Hamlet
Giostri Livraria Teatro, São Paulo
Sextas e sábados, às 20h30; Domingos, às 19h
R$80 (inteira)
Depois da participação na série de sucesso “Segunda Chamada” (TV Globo), o ator Artur Volpi se prepara para estrear “Prazer, Hamlet”, uma releitura de um clássico de Shakespeare, sendo um dos atores mais jovens do Brasil a realizar um monólogo do autor, interpretando sete personagens. Para esse projeto, o grande destaque é o encontro de duas gerações do teatro, uma vez que conta com a direção de Ciro Barcelos, renomado coreógrafo, diretor e ator brasileiro, conhecido por ser integrante do Dzi Croquettes (famoso grupo de teatro da década de 70 que usava a arte para criticar a ditadura militar brasileira). O texto da peça é assinado por ambos.

O Naufrago
Sesc Bom Retiro
Quinta a sábado, às 20h
Em uma prosa convulsiva e exasperada, a história de três exímios estudantes de piano, um dos quais teve sua vida aniquilada a partir do momento em que ouviu Glenn Gould, um dos outros três, tocar as Variações Goldberg, de Bach.

#gastronomia

Chou
A chef paulistana formada na Le Cordon Bleu Paris comanda o Chou, em Pinheiros, há 13 anos. Essencialmente discreta, a modernidade de Gabriela pode ser vista no conceito de seu restaurante, que desde sempre usa a brasa, o ingrediente, o pequeno produtor e compartilhamento como premissa. A aposta em uma comida descomplicada caiu nas graças de público, em um tempo em que a alta gastronomia dominava a cidade, e a chef viu a fila de espera por um dos 42 lugares de sua casa crescer, assim como os prêmios pelas revistas especializadas. Destaque para o Flan de doce de leite, etéreo e cremoso, com uma colherada de creme batido (R$ 29).

31 Restaurante
Da cozinha do chef saem opções vegeterianas e veganas, preparadas a partir de insumos brasileiros, como tubérculos, frutos, folhas, talos e raízes, além de preparos frescos, como soro, queijo, manteiga e cremes. O menu degustação de verão (R$140) acaba de entrar em cartaz, além da degustação exclusiva de sobremesas da casa (R$70) têm como destaque para os dias quentes o sorvete de kombu, malte e linhaça do chef Raphael Vieira.

Manga
Localizado no coração do Rio Vermelho, em Salvador, o Manga trouxe uma nova proposta gastronômica para o público da capital baiana. O restaurante oferece uma experiência sensorial aos clientes, tendo como sugestão principal o menu degustação, além de bar com drinks e o recém inaugurado terraço, ambos com cardápio de petiscos, pratos para dividir e café da manhã servido aos domingos. Para o verão, a pedida é o “Cacau” – mousse de cacau com ganache de café e nibs, mel de cacau e chocolate branco (R$32).

Publicidade

Fotos de destaque: Illy e Marina Sena por Maria Mango


Gabriela Rassy
Jornalista enraizada na cultura, caçadora de arte e badalação nas capitais ensolaradas desse Brasil, entusiasta da cena musical noturna e fervida por natureza.

Canais Especiais Hypeness