Diversidade

Modelo plus size desabafa sobre anorexia entre pessoas gordas: ‘Falaram que eu estava mentindo’

Redação Hypeness - 21/01/2022 às 07:46

Com mais de 2,5 milhões de seguidores no Instagram, a modelo plus size Tess Holliday  ficou famosa por empunhou a bandeira do “body positive” e da aceitação do próprio corpo. No entanto, o caminho nem sempre é fácil. Atualmente, Tess está trabalhando na sua relação com a comida, depois de ser diagnosticada com anorexia. A modelo, de 36 anos, compartilhou pela primeira vez em maio de 2021 que tem a doença, um diagnóstico que a deixou tão surpresa ao receber quanto seus seguidores ao ouviram.

 

“Eu não sabia que era isso até o ano passado – mas por mais de 10 anos, eu restringi a comida. Isso significa que eu não como – ou quando eu como, é muito pouco. Ou às vezes é uma grande refeição por dia”, disse ela em um ensaio para o Today. “Minha nutricionista, Anna Sweeney, foi quem primeiro me chamou a atenção. Ela me disse: ‘Não tenho licença para diagnosticar você, mas se pudesse, diagnosticaria você com anorexia nervosa’. “Tess comenta que quando ouviu isso, riu. “Pensei: ‘Você vê como eu sou gorda? Não há como essa palavra ser atribuída a alguém do meu tamanho.'”

Anorexia

Muito influenciados pelos estereótipos que estamos acostumados a ver sobre a doença, a maioria das pessoas não sabe que a anorexia pode afetar todos os tamanhos, disse Chelsea Kronengold, diretora de comunicações da Associação Nacional de Distúrbios Alimentares dos Estados Unidps, à revista PEOPLE

Holliday disse que foi a um psicólogo, que confirmou seu diagnóstico. Nos meses seguintes, ela vem trabalhando em seus hábitos alimentares, mas ainda tropeça. “Sinto-me grata por ser forte o suficiente para falar sobre isso, mas desde então dei muitos passos para trás em minha recuperação”, escreveu ela para o Today. “Eu regredi. Não comi hoje. São 11 horas e tomei dois goles de café, e me sinto doente. Isso tem sido extremamente difícil para minha saúde mental e física.”

Parte do problema, disse Holliday, está em aceitar seu diagnóstico. “Eu ainda tenho dificuldade em entender ‘Como posso estar em um corpo gordo e passar fome?’ Então percebi que corpos de todos os tamanhos e formas passam fome”, disse ela. “A recuperação para mim é uma bagunça. É solitária. É difícil lidar com algo para o qual não há apoio suficiente. Ter um diagnóstico foi libertador e me fez sentir menos sozinha, mas o olhar confuso no rosto das pessoas quando digo anorexia ou os olhares que recebo se toco no assunto – isso é difícil.”

Tratamento

Holliday disse que está fazendo terapia, o que ajudou, assim como estar perto de pessoas que conhecem seu diagnóstico e a encorajam gentilmente a comer. A mãe de dois filhos também está feliz por ter compartilhado publicamente que é anoréxica – embora tenha recebido mensagens de pessoas acusando-a de “mentir” ou “dizer isso para chamar atenção” – porque ajuda as pessoas a entender que nem todo mundo com anorexia é magro.

“Para as pessoas que afirmam que realmente se importam com corpos gordos e pessoas de tamanho grande e querem nos ‘ajudar’, a maneira como você pode nos ajudar é apoiando nossa saúde mental e entendendo que há tantas pessoas lutando com o que eu estou lutando, mas eles não sabem disso, não podem nomeá-lo e não podem obter um diagnóstico, porque nosso sistema nunca foi configurado para apoiar pessoas em corpos maiores”, disse ela.

E para aqueles que também estão lidando com anorexia ou um distúrbio alimentar em um corpo plus size – muitos dos quais procuraram Holliday desde que ela compartilhou seu diagnóstico, ela disse – encontrar apoio é um bom primeiro passo. “Encontrei alguém com quem conversar apenas pesquisando no Google alguém na minha área. Eu literalmente não teria sido capaz de começar o tratamento se não tivesse ajuda.”

Publicidade

Reprodução: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness