Debate

Primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern cancelou casamento por causa da variante ômicron

Redação Hypeness - 28/01/2022 às 08:47 | Atualizada em 31/01/2022 às 10:10

A primeira-ministra da Nova Zelândia, Jacinda Ardern, precisou adiar seu próprio casamento devido à introdução de novas restrições ao Covid-19. Ardern disse que regras mais rígidas são necessárias depois que nove casos da variante ômicron foram detectados em uma única família que voou para Auckland (que é uma importante cidade próxima a 2 grandes portos no da Nova Zelândia) para um casamento no início deste mês. A primeiro-ministro planejava se casar no próximo fim de semana, mas a celebração foi adiada.

“Acabei de me juntar a muitos outros neozelandeses que tiveram uma experiência como essa como resultado da pandemia e, para quem está nesse cenário, sinto muito”, disse ela. A chamada “configuração vermelha” da resposta à pandemia do país inclui medidas reforçadas, como uso obrigatório de máscaras e limites de reuniões, e as restrições entrarão em vigor na segunda-feira, 31.

A primeira-ministra Jacinda Ardern depois de anunciar que o país passará para o vermelho nas configurações de semáforo que o país adotou, durante uma conferência de imprensa no Parlamento em 23 de janeiro de 2022. (Foto de Mark Mitchell-Pool/Getty Images)

Ardern enfatizou que “vermelho não é bloqueio”, observando que as empresas podem permanecer abertas e as pessoas ainda podem visitar familiares e amigos e circular livremente pelo país, já que o plano para gerenciar casos ômicron no estágio inicial permanece o mesmo do delta, onde houve testagem rápida e em larga escala, rastreamento e isolamento de casos e contatos para retardar a propagação.

Case de sucesso

A Nova Zelândia estava entre os poucos países restantes que evitaram surtos de ômicron, mas Ardern reconheceu na semana passada que um surto era inevitável, dada a alta transmissibilidade da variante. O país conseguiu conter a propagação da variante delta, com uma média de cerca de 20 novos casos por dia. Mas tem visto um número crescente de pessoas chegando ao país e entrando em quarentena obrigatória que estão infectadas com ômicron.

Auckland, norte da Nova Zelândia.

Isso colocou pressão sobre o sistema de quarentena e levou o governo a limitar o acesso para cidadãos que retornam enquanto decide o que fazer para reabrir suas fronteiras, irritando muitas pessoas que desejam retornar à Nova Zelândia.

Status da vacinação

Cerca de 93% dos neozelandeses com 12 anos ou mais estão totalmente vacinados e 52% receberam uma dose de reforço. O país acaba de começar a vacinar crianças de 5 a 11 anos.

Nova Zelândia é exemplo positivo na luta contra a covid

A família que foi infectada é da região de Nelson-Marlborough e participou de um casamento e outros eventos em Auckland, com estimativas sugerindo que eles entraram em contato com “mais de 100 pessoas nesses eventos”, disse Ardern. “Isso significa que a ômicron agora está circulando em Auckland e possivelmente na região de Nelson-Marlborough, se não em outro lugar”, acrescentou.

Publicidade

Fotos: Getty Images


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness