Sustentabilidade

Rio de Janeiro amanhece com céu rosa. Partículas de vulcão em Tonga viajaram do outro lado do mundo até a cidade maravilhosa

Redação Hypeness - 28/01/2022 às 16:54 | Atualizada em 28/01/2022 às 17:02

Na manhã dessa sexta-feira (28), os moradores do Rio de Janeiro viram o céu da cidade maravilhosa amanhecer vermelho. Durante a alvorada, a coloração do firmamento variou entre tons de rosa e vermelho, causando espanto e fascinação nos moradores do Rio.

Mas o céu avermelhado não foi somente registrado no Rio de Janeiro. Cenas parecidas também foram observadas na capital e no litoral paulista, além de diversas regiões de Minas Gerais. Mas por que ocorreu esse fenômeno?

– Monte Aso: vulcão no Japão entra em erupção e imagens impressionam

Céu de São Paulo ficou avermelhado por conta de partículas oriundas de erupção vulcânica no Pacífico Sul

De acordo com especialistas em meteorologia, o fenômeno ocorreu por conta da chegada de partículas da explosão do vulcão Hunga Tonga – que aconteceu em 15 de janeiro de 2022 – ao Sudeste brasileiro. As substâncias químicas interagem com a luz solar e, assim, a luz do Sol muda de tom.

“Outras imagens vistas pela Climatempo na região do Rio De Janeiro, de Formiga (MG) e de Governador Valadares (MG) sugerem que os aerossóis produzidos pela explosão do vulcão de Tonga já estão presentes na alta atmosfera sobre estes estados”, informou a Climatempo.

O sulfato emitido pelo vulcão chega carregado pelo vento em forma de partículas aéreas. Então, ele muda o tom da luz que atravessa o céu.

“É esse sulfato que interage com a luz solar. Aí nós começamos a ver essa coloração toda especial púrpura e alaranjada ao nascer do sol, mas que também pode ser observada no pôr do sol”, disse a meteorologista da Climatempo, Josélia Pegorim, à CNN.

Confira imagens do céu carioca:

,

– ‘Besuntado de Tonga’ reaparece nas Olimpíadas e web se pergunta sobre álcool gel no corpo

Explosão do vulcão Hunga Tonga

Em 15 de janeiro, o mundo viu com espanto a explosão do vulcão Hunga Tonga, em Tonga, um arquipélago do Pacífico Sul que fica próximo da Nova Zelândia. Segundo especialistas da NASA, a explosão do vulcão foi “centenas de vezes” mais forte que as bombas nucleares de Hiroshima e Nagasaki.

As ilhas de Tonga foram completamente devastadas por um tsunami que ocorreu logo após a erupção vulcânica. Graças as ondas, três mortes foram contabilizadas no arquipélago e outras duas pessoas morreram no Peru, a mais de 10,6 mil quilômetros (ou mais que o dobro da distância entre Oiapoque, ponto mais ao norte do Brasil, e Chuí, ponto mais ao sul do nosso país).

Publicidade

Fotos: Reprodução/Twitter


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness